Ciência registra caso de câncer em tênia que foi transmitido ao ser humano

Pesquisadores afirma que fenômeno é raro

por AFP - Agence France-Presse 05/11/2015 14:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Cientistas ficaram surpresos ao descobrir que as células cancerígenas de uma tênia foram transmitidas para um ser humano, cujo intestino delgado foi infectado pelo parasita - um caso inédito e julgado muito raro. "Ficamos surpresos quando descobrimos este novo tipo de doença: uma tênia que crescia dentro de uma pessoa teve câncer e esse câncer contagiou a pessoa, que desenvolveu tumores", disse o pesquisador Atis Muehlenbachs, um dos autores do estudo publicado nesta quarta-feira (04/11) pelo jornal especializado New England Journal of Medicine (NEJM).

"Acreditamos que este tipo de fenômeno é raro", agregou o patologista do centro norte-americano para controle e prevenção de doenças(CDC). O pesquisador estima que podem haver mais casos, principalmente nas pessoas infectadas pelo vírus HIV, cujo sistema imunológico está fragilizado.

A tênia é o parasita mais frequente nos seres humanos. É detectado em cerca de 75 milhões de pessoas em todo o mundo, principalmente nos países em desenvolvimento e especialmente entre as crianças. Geralmente não apresenta sintomas.

A vítima deste raro caso de transmissão de câncer é um colombiano de 41 anos portador do vírus HIV. Morreu com tumores no pulmão e nos gânglios linfáticos pouco após ser diagnosticado, em 2013.

Mediante a análise de tecidos tumorais, os pesquisadores diagnosticaram as lesões incomuns para um câncer humano. Os testes iniciais mostravam que não se tratavam de células cancerígenas humanas, pois tinham um tamanho dez vezes menor.

Após uma série de análises, os pesquisadores descobriram que o DNA das células apareciam numa tênia anã.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA