Sociedade de Pediatria se defende de campanha polêmica sobre aleitamento materno

Em nota enviada à imprensa, Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul afirma que "a campanha não tem nenhuma participação da indústria farmacêutica ou de alimentos". Com o slogan 'Seu filho é o que você come', imagens mostram bebês mamando hambúrguer e refrigerante

por Valéria Mendes 21/09/2015 12:32

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Quando você olha para as imagens abaixo, o que elas te dizem?

Divulgação / Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul
(foto: Divulgação / Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul )


Divulgação / Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul
(foto: Divulgação / Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul )


Divulgação / Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul
(foto: Divulgação / Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul )


Para a Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS), autora da campanha polêmica, está claro que a mensagem é sobre a importância de alimentação saudável da mãe para um boa nutrição do bebê. No entanto, para muitos especialistas e ativistas que lutam por difundir os benefícios do aleitamento materno – que incluem a prevenção da obesidade na vida adulta -, as imagens deixam subentendido que se a mulher não tem uma dieta saudável é melhor que o bebê se alimente de fórmulas.

Entenda a polêmica:
Sociedade de Pediatria 'choca' com imagens de campanha sobre aleitamento materno e é alvo de críticas

A dúvida foi suficiente para que a campanha sobre aleitamento materno fosse acusada de financiamento das indústrias farmacêutica e alimentícia. Nesta segunda-feira (21/09), a campanha será lançada às 15h em Porto Alegre e, segundo a Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul, os pontos que foram alvo de críticas serão esclarecidos.

No entanto, em comunicado já enviado à imprensa, a entidade explica que “a campanha faz parte de um trabalho de conscientização da população que temos realizado, em relação à importância dos primeiros 1000 dias da criança, que começou em 2012. O objetivo é melhorar os índices de aleitamento materno e diminuir a obesidade infantil, através da educação da população, principalmente em relação à nutrição materna e infantil”, afirmou em nota.

A entidade reforçou ainda que a campanha "Seu filho é o que você come", desenvolvida pela a agência de publicidade Paim Comunicação, “não tem nenhuma participação da indústria farmacêutica ou de alimentos, como tem sido veiculado por algumas mídias. A SPRS tem uma relação absolutamente ética e dentro das leis brasileiras com a indústria de alimentos e farmacêutica”, diz o texto.

O objetivo da campanha, de acordo com a SPRS, é alertar as mães sobre a importância de uma alimentação saudável, também durante a amamentação. “Se tivéssemos qualquer interesse em estimular o desmame, como foi referido por alguns sites, não nos preocuparíamos com a dieta saudável da mãe”, completa.

Procurada pela reportagem para repercutir a campanha, a Sociedade Brasileira de Pediatria informou por e-mail que "qualquer posicionamento relacionado à campanha da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS), a imprensa deverá procurar a assessoria de imprensa da SPRS, uma vez que esta campanha é de responsabilidade da SPRS".

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA