Instituto Mineiro de Obesidade promove caminhada no Parque das Mangabeiras

A 2ª Caminhada e Encontro de Prevenção à Obesidade é uma oportunidade para as pessoas que já tentaram emagrecer, mas não conseguiram, obterem informações de como chegar ao resultado desejado

11/06/2015 11:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
A 1ª Caminhada e Encontro de Prevenção à Obesidade também foi realizada no Parque Mangabeiras (foto: Divulgação )
Neste domingo (14/06) acontece a segunda edição da Caminhada de Prevenção à Obesidade de Belo Horizonte promovida pelo Instituto Mineiro de Obesidade e Cirurgia. A atividade que acontece às 9h no Parque das Mangabeiras tem o objetivo de levar informação sobre quem luta contra o excesso de peso. Quem tiver interesse deve se inscrever no site www.institutodeobesidade.com.br e doar um quilo de alimento.

A atividade física terá ritmo leve e supervisão de um preparador físico, mas o encontro terá ações diversas, além de palestras com a equipe multidisciplinar do Instituto e a participação de pacientes que já fizeram ou passarão pela cirurgia de redução de estômago. A ideia do bate-papo informal é desvendar mitos, ressaltar verdades e, principalmente, esclarecer dúvidas sobre a cirurgia bariátrica.

Riscos
A obesidade é considerada uma enfermidade de causa multifatorial. O acúmulo de gordura no organismo ocorre, principalmente, pela ingestão excessiva de calorias na alimentação, superior ao número gasto para manutenção do corpo e realização de atividades. A solução seria perder peso, eliminando o estoque de gordura, ação que não é uma tarefa simples. “Alguns obesos conseguem atingir o peso próximo ao normal apenas com atividades físicas, acompanhamento profissional, dieta e hábitos saudáveis, mas nem todos têm sucesso. Para essas pessoas pode ser indicada a cirurgia bariátrica como um excelente recurso”, explica o presidente do Instituto Mineiro de Obesidade, René Berindoague.

Levantamentos revelam que o risco de morte em pacientes obesos, submetidos à cirurgia, é 35% menor que aqueles que seguem realizando apenas o tratamento clínico. As pessoas com o índice de massa corporal extremamente elevado, em geral, são afetadas por comorbidades, como diabetes, apneia do sono, hipertensão arterial, doença coronariana e osteoartrites, entre outros problemas.

De acordo com estudo da União Internacional de Controle do Câncer, a obesidade provoca 30% dos casos de variados tipos de câncer nos países ocidentais. Já, conforme estudo da Universidade de São Paulo, os obesos são 64% mais propensos a desenvolverem doenças desse tipo.

2° CAMINHADA DE COMBATE À OBESIDADE
14 de junho (domingo)
Teatro de Arena do Parque das Mangabeiras
INFORMAÇÕES/INSCRIÇÕES:www.institutodeobesidade.com.br
ENTRADA: um quilo de alimento não-perecível por participante.

VÍDEOS RECOMENDADOS