Atendimento multidisciplinar deve ser usado no tratamento da dor

01/06/2015 08:54

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Arquivo Pessoal
Os anestesiologistas Gustavo Márcio Silvino Assunção e Waldo Sapucaia Roland são especialistas em dor (foto: Arquivo Pessoal )
O Hospital Felício Rocho inaugurou, em 1996, a Clínica da Dor. Especializada no atendimento ambulatorial e hospitalar de pacientes portadores de dores crônicas, relacionadas ao câncer e outras doenças, a Clínica é vinculada ao Serviço de Anestesiologia da instituição.

A equipe, composta por dois médicos especializados em tratamento da dor e enfermeiros capacitados na área, é altamente treinada para oferecer assistência de qualidade e resolutiva ao paciente portador de dores de difícil controle.

Os médicos anestesiologistas Dr. Gustavo Márcio Silvino Assunção e Dr. Waldo Sapucaia Roland, especializados em tratamento da dor, destacam que o atendimento é, especialmente, dedicado a pacientes que sofrem de dores crônicas e em recuperação no pós-operatório.

“Os quadros mais comuns que atendemos são relacionados a câncer, enxaquecas, dores ortopédicas, doenças neurológicas crônicas, fibromialgia, artroses e uma série de outras patologias refratárias aos tratamentos convencionais.”

O principal diferencial da Clínica da Dor do Hospital Felício Rocho é reduzir o tempo de hospitalização e complicações pós-operatórias. Para oferecer maior conforto e segurança aos pacientes, depois de procedimentos cirúrgicos de maior complexidade, a Clínica conta com o programa de atenção integral.

A Clínica da Dor funciona de segunda a sexta-feira, em horários variados, para facultar maior disponibilidade aos pacientes.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA