Hospital de BH é referência em transplantes

18/05/2015 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Ramon Lisboa/EM/D.A Press
Dr. Cristiano Xavier Lima é cirurgião e coordenador da equipe de transplantes de fígado do Hospital Felício Rocho (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
Há 15 anos, o Hospital Felício Rocho realizou o primeiro transplante hepático em Minas Gerais e o terceiro no Brasil, confirmando mais uma vez o seu pioneirismo. Desde então, a Unidade de Transplante reúne uma equipe de cirurgiões especializados nos mais diferentes tipos de órgãos que possam ser transplantados.

Além do Felício Rocho, Minas Gerais conta com apenas mais dois centros especializados em transplantes, plenamente ativos. Dr. Cristiano Xavier Lima, cirurgião coordenador da equipe de transplantes de fígado do Hospital Felício Rocho e professor da Faculdade de Medicina da UFMG ressalta que “existe um grande déficit de políticas públicas na área da saúde, falta informação da população sobre o serviço que é oferecido e, principalmente, faltam campanhas sobre doação. Esses fatores fazem com que Minas tenha uma discrepância muito grande no número de transplantes em relação aos que são realizados em outros estados”.

O Hospital Felício Rocho segue toda a legislação nacional vigente para realizar cirurgias de transplantes de órgãos. Muitos dos transplantes hepáticos são necessários quando o paciente apresenta alguma infecção pelos vírus das hepatites e também pelo quadro de cirrose. Hoje, são realizados cerca de 40 transplantes hepáticos, por ano, no Hospital Felício Rocho, 98% deles pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “Geralmente, para esses casos, os transplantes devem ser realizados em caráter de urgência, em até 48 horas”, enfatiza Dr. Lima.

O Felício Rocho oferece equipe médica qualificada e é considerado referência nacional em transplantes. No primeiro trimestre de 2015, segundo dados da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO), o Hospital foi o principal centro transplantador de Minas Gerais e o segundo no país.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA