Livro propõe jogo com 291 questões para leitor refletir sobre princípios e valores

Já são mais de 2,5 milhões de livros vendidos em todo o mundo

por Lilian Monteiro 15/05/2015 09:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Leandro Couri / EM / D.A Press
Brincadeira proposta pelo livro visa estimular o crescimento pessoal por meio de questões polêmicas (foto: Leandro Couri / EM / D.A Press)
A brincadeira é séria. E não há como sair pela tangente, escorregar nas respostas, fugir das perguntas. O livro O jogo das perguntas, de Gregory Stock, da Editora Sextante, procura desafiar o leitor em tudo aquilo que ele acredita. Instiga, estimula e faz pensar sobre questões que jamais imaginou ser confrontado ou indagado. São 291 perguntas sobre diversos assuntos, como amor, dinheiro, sexo, ética, tecnologia e muito mais.

A ideia do autor é estimular o crescimento pessoal, por meio de questões polêmicas. Gregory quer saber como você é e como lida com sua vida. Está preparado? É para se questionar, refletir, debater, definir e defender uma opinião, duvidar, mudar uma convicção...

E saiba que Gregory não lhe dá nenhuma resposta. A responsabilidade é toda sua. São perguntas ousadas para fazer para a família, amigos, filhos, amores, colegas ou, simplesmente, a si próprio. Uma maneira criativa de analisar e enxergar o mundo e você.

PERMITA-SE
O autor lembra que, frequentemente, jogamos conversa fora sem nos envolver muito com o interlocutor. A proposta agora é se permitir expressar algumas das opiniões que costuma guardar para si, aqueles pensamentos agitados e provocadores, sussurrados por uma voz interior. Eles podem até ser um pouco inconvenientes ou invasivos, mas com frequência são justamente os que abrem novos caminhos para a intimidade e a compreensão. “A vida pode ser excitante e envolvente quando mergulhamos nos assuntos com os quais nos importamos de verdade.”

Para jogar, os participantes, sentados em círculo, posicionam uma garrafa no centro (aquela típica de náufragos na ilha deserta, lembram?). O primeiro a gira e, quando ela parar, a pessoa que estiver de frente para a sua boca terá de fazer a primeira pergunta e desafiar um adversário: verdade ou consequência? Caso o participante opte em não responder, terá de pagar uma tarefa. Na garrafa, há cinco tirinhas da verdade e três para o participante preencher com as consequências que quiser.

UM APERITIVO PARA VOCÊ:
1) Você reescreveria a redação do seu filho no vestibular se isso garantisse a ele uma vaga na melhor universidade?
2) Um casal de surdos tem planos de ter um bebê por fertilização in vitro, de modo que possam garantir que a criança também será surda. Você acha isso errado? Esse procedimento deveria ser considerado ilegal?
3) Você viveu um belo romance, mas, depois de alguns anos, quer terminar a relação. O que faria se estivesse certo de que a outra pessoa cometeria suicídio se você terminasse tudo?
4) Se os seus bens não tivessem qualquer efeito sobre o que as pessoas pensam de você, gastaria seu dinheiro de uma maneira diferente?
5) Sua casa pega fogo, e tudo que você tem está lá. Depois de salvar sua família e seus animais de estimação, você tem tempo para entrar uma última vez e retirar algum pertence. O que você pegaria?
6) Se você tivesse que escolher entre ser obcecado por dinheiro, sexo, esportes, religião ou comida, o que escolheria?
7) O que seria pior: ficar nu em público, ser cuspido por desconhecidos, ser preso por furtar uma loja, vomitar em alguém durante o jantar ou pedir esmola nas ruas?
8) Por uma causa nobre, você se incomodaria de ser humilhado na frente de pessoas que não conhece e que nunca mais veria de novo?
9) Você ficaria satisfeito com um casamento com o mais alto nível de qualidade em todos os aspectos mas que não tivesse sexo?
10) Você toparia ficar feio se isso significasse viver 100 anos com sua idade atual? (..., na sequência, a seguinte pergunta...) Como você acha que sua vida iria mudar se sofresse um acidente que deixasse seu rosto desfigurado para sempre?

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA