Interpol lança alerta mundial contra produto de emagrecimento potencialmente mortal

Sob a forma de pó amarelo, em creme ou em cápsulas, DNP é conhecido no mundo do fisiculturismo

por AFP - Agence France-Presse 04/05/2015 13:57

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução Internet
Interpol lança alerta mundial contra DNP (foto: Reprodução Internet)
A Interpol lançou nesta segunda-feira (04/05) um alerta mundial para um produto de emagrecimento, também conhecido no mundo do fisiculturismo, que causou a morte de uma mulher no Reino Unido e problemas graves em um francês. "Um alerta global foi emitido pela Interpol sobre o 2,4-dinitrofenol (DNP), uma substância ilegal e potencialmente fatal utilizada para o emagrecimento e para auxiliar no ganho de massa muscular", anunciou a organização internacional de cooperação policial em um comunicado.

O órgão emitiu um "aviso laranja" a este respeito, para alertar a polícia, as agências governamentais e organizações internacionais, após "a morte de uma mulher no Reino Unido e o caso de um francês que ficou gravemente doente depois de consumir esta substância".

Normalmente vendido sob a forma de pó amarelo ou em cápsulas, o DNP também pode ser encontrado sob a forma de creme. Os riscos associados ao seu uso são amplificados pelas condições de produção ilegais, de acordo com a Interpol.

O DNP também é utilizado na composição de certos explosivos.

Ele é produzido em laboratórios clandestinos, onde "não há aplicação de normas de higiene", expondo "consumidores a um maior risco de overdose", alerta a Interpol.

Na década de 1930, o DNP era utilizado para aumentar o metabolismo e promover a perda de peso, mas foi retirado de venda depois de ter causado várias mortes.

Publicado a pedido do Escritório Central de Luta contra danos ao Meio Ambiente e à Saúde Pública (OCLAESP) do ministério do Interior francês, o alerta foi transmitido a 190 países membros da Interpol.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA