Mais de 500.000 pessoas morrem a cada ano vítimas da malária

OMS recomenda que os grupos mais vulneráveis - mulheres grávidas e menores de cinco anos - recebam tratamento preventivo

por AFP - Agence France-Presse 23/04/2015 15:20

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Mais de 500.000 pessoas morrem a cada ano vítimas da malária, sobretudo na África, apesar dos esforços realizados para erradicar a doença, anunciou a Organização Mundial da Saúde (OMS).  Em 2013 foram registrados 198 milhões de casos de malária em todo o mundo, com 584.000 mortes, segundo a OMS. De acordo com a organização, 90% dos contágios acontecem na África.

A OMS recordou que no ano citado morreram 437.000 crianças com menos de cinco anos por culpa da doença.  "A dois dias da jornada mundial de luta contra a malária, devemos reconhecer que é preciso aumentar de forma urgente as medidas de prevenção e melhorar os exames de diagnóstico", declarou Hiroki Nakatani, diretor geral adjunto da OMS para as doenças tropicais, aids e tuberculose.

Na África, apenas uma em cada cinco crianças com malária seguiu um tratamento em 2013. No total, 15 milhões de mulheres grávidas não receberam nenhuma dose recomendadas para prevenir o contágio e 278 milhões de pessoas não tinham os mosquiteiros tratados con insecticidas em suas casas, um material básico, segundo a OMS.

A organização recomenda que os grupos mais vulneráveis - mulheres grávidas e menores de cinco anos - recebam tratamento preventivo.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA