Amendoim ameniza os efeitos da dieta gordurosa

Na forma natural (sem adição de sal nem de açúcar), o pequeno fruto ajuda a melhorar a resposta dos triglicerídeos

por Correio Braziliense 09/04/2015 11:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
 Pedro Motta/Esp. EM/D.A Press
O amendoim protege as artérias logo após a ingestão de pratos gordurosos (foto: Pedro Motta/Esp. EM/D.A Press)
Alguns alimentos parecem funcionar como antídotos da má alimentação, ajudando a reduzir os efeitos maléficos de pratos pouco saudáveis quando ingeridos em conjunto. De acordo com um estudo do Departamento de Ciências Nutricionais da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, essa é uma função do amendoim. Na forma natural — sem adição de sal nem de açúcar —, o pequeno fruto ajuda a melhorar a resposta dos triglicerídeos e a preservar a função endotelial após uma refeição rica em gordura.

Na pesquisa, que visava avaliar a saúde vascular depois do consumo de uma refeição muito engordurada, 15 homens com sobrepeso foram divididos aleatoriamente em dois grupos. Um deles ingeriu um shake contendo 85g de amendoim, enquanto o outro tomou a bebida, mas sem o fruto. A quantidade calórica e de macronutrientes em ambas as bebidas era igual.

Depois de cada refeição, os pesquisadores mediram cinco vezes o perfil lipídico, os níveis de glicose e a insulina dos participantes. A função vascular foi avaliada por meio de um método não invasivo chamado dilatação fluxo-mediada da artéria braquial. No grupo de controle, a dilatação diminuiu 1,2% quando comparada à daqueles que ingeriram o amendoim. Esse resultado demonstra que a refeição contendo o fruto mantém a função vascular, enquanto que uma alimentação calórica sem amendoim provoca um desequilíbrio nesse sistema.

A disfunção vascular desempenha papel importante no desenvolvimento de aterosclerose e na formação de placas coronárias, além do desenvolvimento de lesões responsáveis pela doença coronariana. Tipicamente, depois de uma refeição muito calórica, a função vascular é reduzida temporariamente, até que a gordura que entrou na corrente sanguínea seja dissolvida. Estratégias que incrementem essa resposta podem diminuir o risco de doenças do coração.

“Nossa descoberta demonstrou que o consumo de amendoim protege as artérias em uma refeição rica em gordura”, disse, em comunicado, Xiaoran Liu, estudante de graduação do Departamento de Ciências Nutricionais e principal autor do estudo. “Pesquisas anteriores mostraram que indivíduos que consomem amendoins mais que duas vezes por semana têm risco menor de doenças coronarianas. Esse estudo indica que o efeito protetor desse consumo pode ser, em parte, devido à ação do amendoim na saúde das artérias”, explicou.

Como é um alimento bastante calórico, Liu observa que é importante consumir o amendoim moderadamente. “Ele deve substituir outras fontes de caloria quando incluído na dieta. Por exemplo, substituir alimentos que contêm gorduras sólidas, como a manteiga”, ensina. Agora, o estudante pretende investigar o efeito do consumo do amendoim em outros fatores de risco, como os marcadores inflamatórios.

"Pesquisas anteriores mostraram que indivíduos que consomem amendoins mais que duas vezes por semana têm risco menor de doenças coronarianas. Esse estudo indica que o efeito protetor desse consumo pode ser, em parte, devido à ação do amendoim na saúde das artérias” - Xiaoran Liu, líder do estudo

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA