Prevalência de asma aumenta entre os jovens de Belo Horizonte

Cerca de 10% dos estudantes do ensino médio de BH fumam. Na população asmática essa prevalência foi ainda maior (13,5%)

30/03/2015 15:18

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Maria Tereza Correia/EM/D.A Press
Especialistas ressaltam a importância de campanhas contra o tabaco direcionadas a adolescentes (foto: Maria Tereza Correia/EM/D.A Press)
Em dez anos, de 2002 a 2012, a prevalência de asma aumentou de 17,8% para 19,8% em Belo Horizonte. Os dados são de um estudo epidemiológico da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) que envolveu mais de 3 mil estudantes, de 13 e 14 anos, de escolas municipais da capital mineira. A ascensão de doenças alérgicas segue o ritmo de outras cidades brasileiras como São Paulo.

Autora da pesquisa, a pneumologista pediátrica Sílvia Fernandes, aponta a exposição a substâncias alergênicas e a piora da qualidade do ar das grandes capitais como fatores preocupantes para esse cenário.

Outros dados que merecem atenção referem-se à prevalência de tabagismo em adolescentes. Segundo o estudo, cerca de 10% dos estudantes do ensino médio de BH fumam. Na população asmática essa prevalência foi ainda maior (13,5%).

Orientadores do trabalho, os pneumologistas pediátricos e professores do departamento de pediatria da UMFG, Cassio da Cunha Ibiapina e Claudia Ribeiro de Andrade, ressaltam a importância de campanhas contra o tabaco direcionadas a essa faixa etária com a utilização de mídias sociais e ainda campanhas nas escolas, com participação ativa de professores e alunos.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA