Lei que descriminaliza maconha medicinal é aprovada na Geórgia, nos EUA

A lei transformará a Geórgia no 24º do total de 50 estados do país a legalizar o uso de cannabis para fins medicinais

por AFP - Agence France-Presse 26/03/2015 10:45

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Deputados do estado da Geórgia (sudeste dos Estados Unidos) aprovaram nesta quarta-feira (25/03) um projeto de lei que descriminaliza, embora de forma limitada, o uso da maconha para o tratamento de certas doenças.

Se for assinada pelo governador Nathan Deal, que se declarou favorável, a lei transformará a Geórgia no 24º do total de 50 estados do país a legalizar o uso de cannabis para fins medicinais.

A lei descriminaliza o porte de maconha em óleo com baixo teor de tetraidrocanabinol (THC) - substância que altera o sistema nervoso central - para tratar oito doenças como câncer, esclerose múltipla, Parkinson, ou epilepsia.

"A lei proporciona alívio da dor e esperança para muitos cidadãos do nosso estado", comemorou o deputado republicano Allen Peake, um dos autores do projeto, citado pelo "Atlanta Business Chronicle".

Peake disse esperar que as 17 famílias que no ano passado se mudaram para o Colorado - onde seus filhos doentes poderiam ter acesso à maconha - retornem para a Geórgia.

A lei da Geórgia foi aprovada poucos dias depois de um projeto de lei abrangente, que visa a permitir o uso de maconha medicinal em todo o país, ser apresentado no Senado dos Estados Unidos.

Embora cada vez mais estados entrem para a lista daqueles que permitem a maconha medicinal, a lei federal ainda expõe os consumidores a investigações criminais e detenções por posse de drogas.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA