Morre Arthur, um dos gêmeos siameses que foi separado em cirurgia de mais de 14 horas

O irmão, Heitor Brandão, segue na UTI com febre e respirando com a ajuda de aparelhos

28/02/2015 10:27

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Reprodução Facebook
Arthur Brandão tinha 5 anos (foto: Reprodução Facebook)
O menino Arthur Brandão, de 5 anos, não resistiu à cirurgia de mais de 14 horas em que foi separado do irmão, Heitor, no Hospital Materno Infantil (HMI) em Goiânia. Segundo boletim médico do hospital, o falecimento ocorreu às 23h50 desta sexta-feira (27/02). Os gêmeos siameses foram separados na última terça-feira (24); eles eram unidos pelo abdome, tórax e bacia e compartilhavam o fígado e a genitália.

Leia também: Irmãos siameses de 5 anos são separados após 14 horas de cirurgia em Goiânia

Heitor Brandão segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica do hospital, com febre e respirando com a ajuda de aparelhos. Não há previsão de alta.

Pelo Facebook, o pai dos garotos, Delson Brandão, informa que o corpo de Arthur deve chegar por volta das 20h em Riacho de Santana, Bahia, onde será velado na casa da avó materna durante toda a noite. Na manhã de domingo, o corpo segue para Botuporã para a residência da avó paterna. O enterro será no cemitério da cidade por volta das 13h30.

Na rede social, Delson fez a última homenagem ao filho. Leia na íntegra:

“E foi feita a vontade de Deus!

Esse momento é o mais doloroso de minha vida. Noticiar aqui para todos que estão em oração para a melhora de meus filhos que meu pequeno e amado filho ARTHUR não conseguiu voltar para casa. Meu filho ontem as 23:50 deixou uma família em lágrimas de saudade. Partiu desse plano dos homens para ir para o plano dos anjos.

Eu só queria dizer a vc filho amado, muito OBRIGADO! Vc cumpriu sua missão aqui na Terra. Vc assim como seu irmão HEITOR veio para transformar nossas vidas. Graças a vc filho ARTHUR, que nossa família é uma FAMÍLIA. Vc me presenteou com um filho chamado Leonardo Sousa Brandão, e aproximou pessoas magníficas em nossas família.

Obrigado TUKA! Painho irá carregar vc dentro de mim como sempre vinha carregando. Painho só tem que agradecer por tudo que fez em minha vida. Te amo como sempre te amei. "Te amo do tantão do universo dos planetas de DEUS"

Sinto que um pedaço de mim se foi. Justo? Não sei! Mas Deus é quem governa nossas vidas e ele achou que seu propósito já foi contemplado.

Eu queria vc aqui comigo, não há qualquer custo. E a morte do corpo é uma certeza de todos, pq tenha plena convicção meu filho que vc nunca morrerá dentro de nós. Vai com Deus e durma com os anjos do senhor, pq painho precisa cuidar de HEITOR viu?”


Despedida
Nesta sexta-feira, Heitor pediu para ver o irmão. Segundo o pai das crianças, "foi o momento mais lindo (...). A enfermeira levantou a cabecinha dele e ele viu o irmão na cama ao lado. Isso foi outro momento que nós choramos de muita alegria", relatou Delson no seu perfil do Facebook um pouco antes da morte de Arthur.

Reprodução Facebook
Os gêmeos compartilhavam o fígado e a genitália (foto: Reprodução Facebook)

Em 21 de fevereiro, Delson Brandão compartilhou um vídeo no Facebook em que os irmãos tiveram um "papo cabeça", descrição utilizada pelo pai de Arthur e Heitor na rede social:


 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA