FDA concede autorização de urgência para teste de detecção do ebola

Número de mortos chega a 7.693 de um total de 19.695 casos registrados nos três países mais afetados

por AFP - Agence France-Presse 29/12/2014 10:39

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
O grupo farmacêutico suíço Roche obteve da Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) uma autorização de emergência para um teste de detecção do vírus ebola, segundo um comunicado divulgado segunda-feira (29/12) pela multinacional. Intitulado "LightMix Ebola Zaire test", o processo que pretende detectar a presença do vírus nas amostras de sangue pode dar uma resposta em três horas.

"Este teste de diagnóstico molecular é fácil de utilizar e permite fornecer uma ajuda às equipes de saúde para detectar rapidamente a presença do vírus e começar o quanto antes o tratamento", afirma em um comunicado Roland Diggelmann, diretor de exploração da divisão diagnóstico da Roche.

Atualmente, os 12 laboratórios móveis situados em Guiné, Serra Leoa e Libéria que apoiam a resposta antiebola realizam os testes de detecção, embora com procedimentos complicados, longos e caros (100 dólares).

A Organização Mundial da Saúde deseja que os novos testes sejam mais baratos e possam ser realizados com amostras de sangue obtido com um simples furo no dedo, fornecendo os resultados em menos de 30 minutos com um equipamento simples.

O número de mortos deixados pela epidemia da febre hemorrágica do ebola na África ocidental chega a 7.693 de um total de 19.695 casos registrados nos três países mais afetados, segundo o último balanço da OMS.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA