Criança de 2 anos revive após uma hipotermia recorde na Polônia

Adam desapareceu e foi encontrado inconsciente perto de um rio, a temperatura corporal dele era de 12,7° Celsius

por AFP - Agence France-Presse 04/12/2014 15:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Magdalena Oberc, Krakow Children's Hospital
Foto tirada pela porta-voz do Hospital Infantil Krakow, na Polônia (foto: Magdalena Oberc, Krakow Children's Hospital )
Adam, um menino de dois anos de idade, desapareceu de sua casa e foi encontrado inconsciente perto de um rio, sua temperatura corporal era de apenas 12,7° Celsius. Apesar disso, voltou a falar, brincar e comer, no que seu médico considerou ser um "milagre". "Eu não tenho nenhuma hesitação em chamar isso de um milagre, de um caso único no mundo para um paciente que saiu do coma após sua temperatura corporal cair tão baixo", disse à imprensa Janusz Skalski, diretor do Departamento de Cirurgia cardíaca do Hospital Infantil de Cracóvia (sul).

Em 2011, a imprensa sueca relatou o caso de uma garota cuja temperatura do corpo caiu a 13 graus. Ela também retornou à vida no hospital. A hipotermia mais grave seguida de um retorno à vida descrita na imprensa médica especializada foi em 1999. Uma médica sueca de 29 anos, Anna Baagenholm, caiu em 1999 em um rio congelado na Noruega. Ela foi encontrada duas horas após seu desaparecimento e declarada clinicamente morta, mas reviveu no hospital, enquanto sua temperatura corporal caiu a 13,8 graus. Ela sofreu uma paralisia parcial das mãos, cujos nervos foram danificados.

O pequeno Adam havia saído vestindo um pijama no domingo à noite da casa de sua avó, na aldeia de Raclawice, perto de Cracóvia, sem que ela tenha percebido, enquanto a temperatura exterior era de -7°C. A equipe de resgate o encontrou na manhã seguinte na margem de um rio próximo.

Transportado para o hospital, o menino saiu do coma terapêutico na quarta-feira após os médicos constatarem que seus principais órgãos estavam intactos.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA