Médicos realizam diagnóstico de câncer de pele em unidades de saúde de Minas: veja os locais

O Dia Nacional de Combate ao Câncer de Pele é comemorado neste sábado. Onze postos de saúde no estado vão atender, entre 9h e 15h, pacientes que quiserem fazer o exame. Em 2013, diagnóstico de câncer da pele foi confirmado em 10,61 % dos que compareceram aos postos credenciados

por Arte: Soraia Piva 28/11/2014 11:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
SXC.hu
Sociedade Brasileira de Dermatologia afirma que 60% das pessoas ainda não usam filtro solar quando se expõem ao sol (foto: SXC.hu)
O Dia Nacional de Combate ao Câncer de Pele, celebrado em 29 de novembro, é uma data importante para alertar sobre a prevenção do tipo de câncer com maior incidência no Brasil: 25% de todos os tumores malignos registrados na população. Campanha promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) há 16 anos vai reunir 4000 médicos voluntários e outros profissionais da saúde para orientar a população sobre a doença e a importância do diagnóstico precoce.

No total, 136 postos distribuídos pelo Brasil realizarão atendimento simultâneo para análise, diagnóstico e posterior tratamento da doença, das 9h às 15h, em hospitais públicos credenciados, postos de saúde e tendas montadas em pontos de grande circulação.  Em Minas Gerais, serão onze postos em Alfenas, Barbacena, Curvelo, Belo Horizonte (em dois centros), Juiz de Fora, Muriaé, Pedro Leopoldo, Uberaba, Uberlândia e Viçosa (veja no infográfico abaixo). Nestes locais, pacientes passam por exames e caso haja a suspeita de câncer da pele são encaminhados para diagnóstico complementar e tratamento coberto pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Solicita-se que, no dia da campanha, as mulheres compareçam sem maquiagem e esmalte e não usem protetor solar de cor base. Tanto para o público feminino quanto masculino, a recomendação é escolher uma roupa prática, como bermuda, por exemplo, para facilitar o exame dermatológico. “Em 2013, fizemos o diagnóstico de câncer da pele em 10,61 % dos que compareceram aos postos credenciados. Desta porcentagem, 54,32% eram do sexo feminino e 45,68%, homens.”, afirma a coordenadora da campanha em Minas, a médica dermatologista Dulcilea Ferraz Rodrigues. Todos foram tratados ou encaminhados para o acompanhamento adequado. Para este ano, a expectativa é que a ação no estado beneficie cerca de 3500 pessoas.

Dado que chama a atenção na campanha é o de que 60% das pessoas ainda não usam filtro solar quando se expõem ao sol. A dermatologista alerta para o fato da radiação ultra-violeta proveniente do sol ser o maior fator para o surgimento do câncer da pele: “O UVB é o principal responsável pelo câncer da pele e está presente em maior intensidade das 10 às 15 horas. Por sua vez, o UVA está presente o dia todo, com a mesma intensidade, e contribui para o envelhecimento da pele e também para o câncer da pele.”

O fato de vivermos em um país tropical, onde o lazer acontece, geralmente, na praia, em cachoeiras ou piscinas, o uso do filtro solar é indispensável para a prevenção da doença. “O uso de chapéus, bonés, barracas e óculos escuros também deve ser estimulado. O ideal é evitar o sol de 10 às 15 horas. A população precisa saber que os danos provocados pelo sol são cumulativos e, por isso, os cuidados devem ser tomados desde a infância”, recomenda Rodrigues.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA