Abaixo-assinado na Suíça pede fim da alimentação de carne de cão e gato

Petição da SOS Chats Noiraigue já reuniu cerca de 16 mil assinaturas

por AFP - Agence France-Presse 25/11/2014 16:15

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução Internet - Ong SOS Chats
Ilustração da Ong SOS Chats dá o seguinte recado: 'Para amar!' (na placa que o gatinho segura) e 'Não comer!' (foto: Reprodução Internet - Ong SOS Chats)
Cães reduzidos a salsichas e gatos cozidos: muitos suíços ainda se alimentam destes animais, segundo uma organização de defesa dos animais que enviou um abaixo-assinado ao Parlamento para acabar com essa prática. A petição, que pede a proibição do consumo de carne de gato e de cães na Suíça, já reuniu cerca de 16.000 assinaturas, por iniciativa da SOS Chats Noiraigue.

"Cerca de 3% dos suíços come secretamente carne de gato ou de cachorro. Esta prática é vista principalmente nas regiões de Lucerna, Appenzell, Jura e no cantão de Berna", explicou Tomi Tomek, fundadora e presidente da associação. Ela reconhece ser impossível quantificar o número de animais envolvidos.

Carne de cachorro é usada principalmente para fazer salsichas e sua gordura contra o reumatismo. Quanto à carne de gato, ela é consumida cozida durante o período de Natal, especialmente nos cantões de Berna, Lucerna e Jura, segundo a SOS Chats Noiraigue.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA