Açaí deve ser consumido com moderação para que não se transforme numa bomba calórica

Fruta originária da Região Norte do Brasil traz diversos benefícios à saúde

por Paula Takahashi 20/11/2014 09:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Jair Amaral/EM/D.A Press-24/9/14
A polpa do açaí ganha dezenas de variações, com frutas, cereais e outros ingredientes, para atrair consumidores (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press-24/9/14)
Febre que saiu das academias e ganhou adeptos de todas as idades e distintos estilos de vida, o açaí pode ser o vilão ou o mocinho da dieta, tudo depende da forma como é consumido. Originalmente, a fruta típica da Região Norte do país é ingerida em forma de polpa, sem adição de muitos ingredientes – quando muito, vem acompanhada de farinha de mandioca e tapioca – e principalmente como coadjuvante na preparação de pratos à base de peixe. Os mais tradicionais nem açúcar usam para disfarçar o gosto forte. Saindo dos estados produtores, a polpa da fruta ganha dezenas de variações, tudo na tentativa de atrair mais apreciadores.

Adicionar xarope de guaraná é a primeira providência para adoçar e dar o toque de energia que muitos buscam no alimento. Mas não para por aí. Além das já tradicionais granola e banana, ingredientes como leite condensado, leite em pó e coberturas de diversos sabores viraram estratégias certeiras para popularizar o que já era uma onda. É nesse momento que os riscos para a saúde começam a surgir. “Na fruta podemos dizer que há uma série de benefícios, como a função antioxidante, a capacidade de redução do colesterol total e também de prevenção de câncer por conta da presença da antocianina. Mas quando se trata da 'tigelada', essa forma de consumo típica do Sudeste, a situação complica por conta do valor energético que o produto ganha”, detalha a nutricionista Heloísa Magalhães.

Quanto mais ingredientes são incorporados ao creme de açaí, maior o número de calorias presentes no alimento, que, por si só, já tem um valor energético mais elevado. “É uma fruta que tem muita gordura que, embora seja boa, acompanhada de vários outros itens pode aumentar as calorias”, alerta Heloísa. Uma tigela de 500ml pode conter até 1 mil calorias, de acordo com os ingredientes presentes ali. “Se considerarmos que uma mulher precisa de cerca de 2,2 mil calorias diárias, esse valor representa quase metade do que teria que consumir em um dia”, observa a nutricionista.

Portanto, o mais aconselhado é deixar as tentações gordurosas e cheias de açúcar de lado. “O ideal é misturá-lo a produtos como granola, farinha de tapioca, castanhas ou outras oleaginosas e frutas como banana e morango”, orienta a nutricionista Thaís Souza, da rede Mundo Verde. E nada de potes de meio litro todos os dias. “Normalmente, recomenda-se uma porção de 100ml a 200ml por dia. Por ser calórico, é interessante que seja consumido por aquelas pessoas que praticam atividades físicas e que têm maior necessidade de ingestão de calorias”, alerta.

Para aqueles que não se enquadram nesse grupo, consumir duas vezes ao longo da semana em substituição a um lanche da tarde, por exemplo, é o suficiente. Dar preferência ao preparo da polpa é outra forma de extrair da fruta os principais benefícios. “Se for preparar em casa, compre a polpa e adicione uma fruta”, aconselha Thaís. Para adoçar, evite o açúcar branco e dê preferência às versões mais saudáveis, como o demerara. Adoçantes também estão entre as melhores opções.

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS


Açaí x saúde do coração

Rico em ácido oleico, um tipo de gordura poli-insaturada, auxilia na redução e controle dos níveis de colesterol e pressão arterial e previne aterosclerose. Seu consumo está associado à prevenção de doenças cardiovasculares.

Açaí x energia
Altamente energética e rica em vitamina E, cálcio, magnésio e potássio, é uma fruta que fornece mais energia e disposição ao corpo, sendo interessante para praticantes de atividades físicas.

Açaí x doenças crônicas

Sua coloração roxa deve-se à antocianina, pigmento natural pertencente à família dos flavonoides, responsável por seu poder antioxidante, conferindo à fruta a capacidade de combater e neutralizar a ação dos radicais livres, prevenindo doenças cardiovasculares e circulatórias, câncer, diabetes e Alzheimer.

Açaí x pele
Devido à sua composição, rica em ácidos graxos insaturados e antioxidantes, pode auxiliar no tratamento de problemas de pele relacionados a fatores inflamatórios, como acne, e nos tratamentos antienvelhecimento. Os antioxidantes presentes no açaí podem melhorar a aparência de peles com manchas e reduzir rugas faciais. Seu consumo auxilia no retardo do envelhecimento, promove uma pele mais saudável e com aparência mais jovem.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA