Americana é assediada 100 vezes em caminhada de dez horas pelas ruas de Nova York

Vídeo, gravado em Manhattan, tem a intenção de denunciar o assédio verbal sofrido todos os dias pelas mulheres ao redor do mundo

29/10/2014 11:35

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução Youtube
"Mais de cem situações de assédio verbal nas ruas aconteceram dentro das dez horas, envolvendo pessoas de todas as origens. Isso não inclui as incontáveis piscadas, assovios etc", afirmou a ONG Hollaback ao final do vídeo. (foto: Reprodução Youtube)
No ano passado, a pesquisa 'Chega de Fiu Fiu' - que entrevistou quase 8 mil brasileiras - mostrou que 83% das mulheres não gostam de receber cantadas na rua. A campanha que incendiou as redes sociais mostrou também que 81% já deixou de fazer alguma coisa com medo do assédio. O Saúde Plena fez uma reportagem extensa sobre o assunto e ouviu a opinião de representantes da sociologia, da ciência política e do direito - além dos homens, é claro - sobre a situação enfrentada por mulheres no mundo inteiro, todos os dias, com menor ou maior gravidade. Você pode reler aqui.

Desde então, o assunto tem ganhado cada vez mais repercussão. Uma iniciativa recente de uma norte-americana que resolveu se filmar enquanto caminhava silenciosamente pelas ruas de Nova York explicita a agressividade do comportamento masculino, que muitos homens tentam travestir de elogio. No percurso com duração de dez horas, a mulher foi assediada verbalmente quase 100 vezes. Em pelo menos dois momentos do vídeo, a jovem foi seguida por homens e um deles chegou a andar ao seu lado durante cinco minutos.

Para rebater o argumento de que a roupa não interfere no comportamento dos homens, a modelo Shoshana B. Roberts usou jeans, camiseta e tênis. Ao final, a protagonista pede que as pessoas vítimas de assédio, ou que presenciem a atitude, denunciem ao Hollaback, movimento internacional que busca acabar com o assédio de rua.



Um dia após a divulgação, o vídeo que já ultrapassa 1 milhão de visualizações no Youtube quando esta matéria foi publicada. Assista:



Veja outros resultados da pesquisa 'Chega de Fiu Fiu':



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA