Anvisa suspende publicidade de alimento anunciado para tratamento gastrointestinais

Propaganda diz que Amargo, fabricado pela empresa Natural Ervas Produtos Naturais Ltda, trata azia, má digestão, prisão de ventre, gastrite, refluxo

por Agência Brasil 20/10/2014 11:18

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.



















Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), publicada nesta segunda-feira (20) no Diário Oficial da União, suspende todas as publicidades que atribuam propriedade terapêuticas ao alimento Amargo, fabricado pela empresa Natural Ervas Produtos Naturais Ltda.

De acordo com a agência, foi constatado que o alimento era anunciado como um auxílio no tratamento de problemas gastrointestinais - azia, má digestão, prisão de ventre, gastrite, refluxo -, pressão alta e má circulação, que contrariam o registro do produto no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A resolução entra em vigor hoje.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA