OMS alerta que mudança climática é ameaça para a saúde

Má nutrição, malária e diarreia são doenças associadas às mudanças climáticas e que, segundo a OMS, podem causar 250 mil mortes por ano a partir de 2030

por AFP - Agence France-Presse 27/08/2014 11:34

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) advertiu nesta quarta-feira que a mudança climática é uma ameaça para a saúde, já que propicia certas doenças, e pediu aos governos que cheguem a um acordo para reduzir a emissão de gases de efeito estufa. Segundo a OMS, a mudança climática poderá causar 250.000 mortos por ano a partir de 2030, como consequência, entre outras coisas, da má nutrição, malária e diarreia.

"As provas são indiscutíveis: a mudança climática ameaça a saúde do ser humano", declarou a diretora-geral da OMS, Margaret Chan, ao inaugurar em Genebra uma conferência de três dias na qual participam mais de 300 especialistas.

O professor Alistar Woodward, um dos autores do relatório do Painel Intergovernamental de Especialistas sobre a Mudança Climática, afirmou que o mundo se dirige atualmente para um aquecimento do planeta de quatro graus até o final deste século e não de dois graus até agora afirmado.

Para ele, se os governos chegarem a um acordo para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, isso poderá salvar dois milhões de vidas por ano.

Por sua parte, a dra. María Neira, diretora da OMS para a saúde pública e o meio ambiente, explicou que a contaminação do ar causa atualmente sete milhões de mortes prematuras por ano.

"Se reduzirmos as emissões de gases de efeito estufa, diminuiremos ao mesmo tempo a contaminação do ar e as doenças cardiovasculares e respiratórias", declarou.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA