Saiba mitos e verdades sobre a catarata

Colírios podem curar a catarata? A catarata é uma pele que cresce em frente ao olho? Ela é a maior causa de cegueira no mundo, mas está cercada de desinformação

por Estado de Minas 22/07/2014 16:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Ela é a maior causa de cegueira no mundo. Sabe qual é a doença? A catarata, uma alteração ocular que atinge e torna opaco o cristalino, lente situada atrás da íris, cuja transparência permite que os raios de luz alcancem a retina para formar as imagens. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que existam dois milhões de portadores de catarata no Brasil, mas ainda surgem muitas perguntas quando se fala sobre a doença. Para esclarecer algumas das principais dúvidas que permeiam o assunto, o oftalmologista Richard Yudi Hida enumera, a seguir, mitos e verdades.

Colírios podem curar a catarata
Mito. A catarata é tratada por meio de cirurgia com ultrassom. O aparelho aspira o cristalino e depois injeta-se uma lente atrás da íris (parte colorida dos olhos).

A catarata não volta depois da cirurgia
Verdade. O que pode ocorrer em 5% a 10% dos casos é a opacificação da cápsula transparente em que se coloca a lente intraocular. Uma espécie de polimento da lente com laser resolve o problema de forma rápida e indolor.

EM / DA Press
(foto: EM / DA Press)
A catarata é uma pele que cresce em frente ao olho

Mito. Muitas pessoas confundem a membrana que cresce na superfície da córnea, que se denomina pterígio, com a catarata. O pterígio pode crescer, deixar o olho avermelhado e, se atingir o centro da córnea, também pode baixar a visão. A catarata é interna e só pode ser vista a olho nu em casos muito avançados, quando se observa um reflexo esbranquiçado atrás da pupila.

É possível livrar-se dos óculos operando a catarata
Verdade. Existe uma grande variedade de lentes para a cirurgia de catarata. As mais recomendadas são as dobráveis de acrílico, que proporcionam uma recuperação visual mais rápida e segura. Já as lentes multifocais ou bifocais reduzem a necessidade de óculos para perto em 80% dos pacientes.

A catarata é uma doença apenas de idosos
Mito. A catarata senil, que está relacionada ao envelhecimento, afeta pessoas com mais de 60 anos. Existem, no entanto, outros tipos de catarata, como a congênita, que se manifesta na infância, podendo surgir do nascimento até os 10 anos de idade.

A diabetes é um fator de risco para a catarata
Verdade. Várias pesquisas já mostraram a maior prevalência e frequência de catarata em diabéticos. Isso se dá principalmente devido aos altos níveis glicêmicos. É indispensável, portanto, que todos os pacientes façam controles oftalmológicos periódicos e mantenham sempre a glicemia controlada.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA