Pais e mães trocam experiências e buscam apoio para enfrentar os desafios do mundo atual

José Ramón Navarro e Marie Helene Laurent de Navarro (Marion) falam sobre a educação para os pais. Especialistas adotam modelo que prega a compreensão da natureza humana

por Estado de Minas 11/07/2014 13:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Gabriel de Sousa/Divulgacao
Proposta é a busca prática por uma educação essencial e verdadeiramente integral (foto: Gabriel de Sousa/Divulgacao )
Pais e mães estão trocando experiências e buscando apoio para enfrentar os desafios do mundo atual. Em visita recente a Belo Horizonte, o casal Marie Helene Laurent de Navarro (Marion) e José Ramón Navarro iniciou um trabalho voltado para a educação de pais na capital mineira, com base na pedagogia Etievan. Marion, nascida e educada na França, e José Ramón, de origem espanhola e formado na Venezuela, foram orientados por Nathalie De Salzmann de Etievan, a fundadora desse modelo educativo, durante mais de três décadas e, desde 1972, atuam em diversas iniciativas educacionais no Brasil, na Venezuela e no Canadá.

Em entrevista ao Bem Viver, o casal, que atualmente vive em São Paulo, fala sobre a atuação dos Centros Etievan – Educação para a Vida, que adotou o modelo que está presente também em outras cidades brasileiras e em colégios de vários países da América do Sul. A busca pelos workshops oferecidos por Marion e José Ramón mostra que os pais estão se sentindo mais à vontade para compartilhar dúvidas e buscar ajuda para a educação de seus filhos.

Qual é a proposta da Escola de Pais?
Marion – Queremos criar um espaço para que os pais possam refletir, se preparar e experimentar, de maneira que possamos trabalhar juntos os tópicos que mais os interessam: 1) Estruturação da família e organização das responsabilidades, 2) A educação do sentimento e 3) Limites, disciplina, deveres e direitos. Todos esses temas têm sido tratados em workshops, por meio de exercícios, práticas e dramatizações. Mais do que uma teoria, nossa proposta é a busca prática por uma educação essencial e verdadeiramente integral – que permita que mente, corpo e sentimento se desenvolvam de maneira equilibrada.

Quais os maiores desafios para os pais no mundo de hoje? Em quais valores eles devem se apoiar para lidar com esses desafios?
José Ramón – Na realidade, há um desafio central e diversas expressões desse desafio. O grande desafio é se dar conta de que, nessa confusão de valores na qual vivemos e no excesso de antivalores representados pela corrupção, mentira, manipulação, competição negativa e individualismo, os pais têm o dever de criar, na família, uma linha de educação que sirva de modelo para seus filhos e una todos em uma direção comum. Para isso, é necessário ter força de vontade, atenção e, sobretudo, a educação do sentimento.

Quais são as atividades oferecidas pelos Centros Etievan – Educação para a Vida?

Marion – Além da Escola de Pais, no momento oferecemos atividades complementares à educação básica que sigam os princípios de nossa pedagogia educativa (Etievan), abrangendo os públicos infantil, juvenil e/ou adulto. Nos Centros Etievan, em São Paulo, já temos várias turmas da Escola de Pais, além de oficinas de pintura sumi-ê e teatro. Em breve, haverá também oficinas de artes visuais e elétrica e será criado um núcleo de apoio à educação para o estudo, com a presença de psicólogos e professores.

Em Belo Horizonte, já foram promovidos palestras e workshops, no âmbito da Escola de Pais, e oficinas de ioga, ginástica rítmica, musicalização e artes visuais. No Rio de Janeiro, foi produzido um vídeo com crianças e agora está sendo elaborado um projeto de orientação vocacional voltado para adolescentes, que incluirá a realização de palestras e workshops para a descoberta de dons e aptidões para escolher uma carreira profissional e se preparar melhor para a vida adulta. Enfim, em Curitiba, estão começando atividades de ioga, pilates e culinária e em Brasília estão sendo realizadas oficinas de origami. Vários de nossos professores têm bagagem de mais de 10 anos de convivência com a pedagogia Etievan.

Como surgiu a pedagogia Etievan?
José Ramón – Nathalie de Salzmann de Etievan nasceu em 1910, na Geórgia (Rússia), e foi educada na Suíça e na França. Ela recebeu uma formação muito especial de seus pais e professores, baseada em uma sensível e ao mesmo tempo profunda compreensão da natureza humana e suas possibilidades de desenvolvimento, além de sólidos princípios e metas muito elevadas e claras, que são de aplicação prática em todos os aspectos da vida. Desde muito jovem, se dedicou a transmitir sua grande experiência a pessoas de todas as idades e estruturou seus conhecimentos em um completo modelo educativo. Logo, ela abriu vários colégios para integrar os princípios desse modelo ao sistema tradicional de educação.

Quais são esses princípios?
Marion – O amor ao esforço, o amor ao trabalho, o desenvolvimento da atenção, o sentido da responsabilidade, a educação da vontade (força de vontade), a necessidade de amor e a preparação para a vida.

Qual a diferença da pedagogia Etievan para as pedagogias presentes nas outras escolas?
José Ramón – Em primeiro lugar, a pedagogia Etievan estabelece algo muito óbvio: o ser humano está constituído por três partes – corpo, mente e sentimentos. Cada uma dessas partes deve ser educada, treinada e desenvolvida por diferentes meios e atividades. Faz-se necessária a harmonização do funcionamento dessas três partes para que elas atuem simultaneamente em todas as manifestações de nossa vida. Na maioria dos sistemas educativos, o objetivo principal é a aquisição de conhecimento por meio da mente. Também estão incluídos em quase todos, porém em menor medida, os esportes/atividades voltados para o corpo. Mas não existe nenhuma educação para o sentimento. O modelo Etievan dá especial atenção ao desenvolvimento e à educação do sentimento – a parte mais essencial e valorosa do ser humano – e ao equilíbrio de nossas três partes (mente, corpo e sentimento), para experimentarmos uma vida mais harmoniosa.

Quais são as escolas que adotam a pedagogia Etievan?
Marion - Unidad Educativa Los Hipocampitos, na Venezuela; Colegio Encuentros, na Colômbia; Colegio Leonardo Da Vinci, no Peru; Colegio Etievan, no Chile; e Centro Educativo Etievan, no Equador. Outras informações podem ser obtidas no site www.centrosetievan.com.br.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA