O mau hálito atrapalha seu relacionamento?

Vídeo discute assunto de forma divertida. Problema atinge 40% da população e a maioria não sabe

09/07/2014 11:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução /  DR - Destruindo Relacionamentos
(foto: Reprodução / DR - Destruindo Relacionamentos)
O mau hálito atinge entre 30 e 40% da população mundial e a maioria não sabe que tem. O desconhecimento está associado ao tabu e à vergonha, tanto que existem serviços virtuais para mandar uma mensagem ao amigo que está com o problema, a exemplo do SOS Mau Hálito (http://www.abha.org.br/sosmauhalito).

O vídeo abaixo trata do assunto de forma divertida, veja:



Ainda existe a crença de que pessoas com mau hálito não limpam bem a boca, mas nem sempre o problema está associado com a falta de higiene oral. Mesmo quem escova os dentes da maneira adequada pode sofrer com a halitose, que pode ter mais de 60 causas, sendo que 90% delas são bucais.

Membro da Associação Brasileira de Halitose (ABH), a cirurgiã-dentista Jacqueline Chaves Duarte informa que a diminuição de saliva é a razão mais frequente para o mau odor. Além de promover uma limpeza da língua, a saliva contém mais de 15 agentes que impedem o crescimento das bactérias patogênicas, aquelas com o poder de provocar doenças. "A diminuição do fluxo salivar e o aumento da descamação da parte interna da boca levam à formação de uma placa esbranquiçada na língua, que é chamada de saburra lingual", explica.

De manhã, como no caso da cena mostrada no vídeo acima, é normal ter mau hálito, devido à hipoglicemia ocasionada por horas sem comer. Além disso, a pessoa fica longos períodos com a boca fechada, quadro que leva à descamação interna e consequente aumento da saburra lingual. A situação é ainda pior para quem sofre de apneia ou respira pela boca por outro motivo.

Estresse, ansiedade e tensão, medicamentos como fórmulas para emagrecer e antidepressivos, baixo consumo de água, uso da fala por longos períodos, respiração pela boca e radioterapia nas regiões da cabeça e pescoço, afetando as glândulas salivares, são alguns dos responsáveis pela boca seca.

Alimentos ricos em enxofre também aumentam a produção dos gases que provocam o mau cheiro na boca, entre eles alho, cebola, repolho, brócolis, couve, couve-flor, alcachofra e couve-de-bruxelas. A ingestão deve ser controlada. O alto consumo de carne, leite e ovos também é inimigo do bom hálito, pois a proteína serve de alimento para as bactérias, que, ao transformar o nutriente em aminoácidos, promovem a liberação de gases com mau cheiro.

Conheça os alimentos que combatem a halitose:
Marcelo Carvalho / Isla sementes / Divulgação
Clique para conhecer os alimentos que ajudam no equilíbrio do ambiente interno da boca (foto: Marcelo Carvalho / Isla sementes / Divulgação)

O tratamento da halitose depende da origem. Há casos em que o paciente vai precisar ser acompanhado por outros médicos, como, por exemplo, o otorrinolaringologista, por causa de desvio de septo nasal, ou o endocrinologista para os diabéticos. Além de limpezas periódicas, pode ser necessário utilizar enxaguante bucal adequado, gel com ação microbiana e antibiótico que é liberado na saliva na mesma proporção que no sangue para eliminar as bactérias.

O fluxo salivar costuma ser normalizado com o uso de medicamentos, já que os micro-organismos podem se instalar na língua diante da baixa salivação, mesmo com a higiene correta da boca. O tratamento dura, em média, três meses, mas em 30 dias já se conseguem ver resultados.

Saiba mais:

sxc.hu
(foto: sxc.hu)
Por que...
ficar longos intervalos em jejum causa mau hálito?

Quando o nível de açúcar cai na corrente sanguínea, o organismo entra em hipoglicemia e começa a queimar gordura. Nesse processo é produzido um gás de cheiro desagradável, levando ao mau hálito.

a pessoa não percebe que exala mau cheiro pela boca?
Como o odor passa a ser constante, o nariz entra em processo de fadiga olfatória. Isso faz com que a pessoa se acostume com o mau cheiro e passe a não senti-lo mais.

é normal ter mau hálito de manhã?
Além da hipoglicemia ocasionada por horas seguidas sem comer, a pessoa fica com a boca fechada a noite toda, quadro que leva à descamação da boca e consequente aumento da saburra lingual. A situação é ainda pior para quem sofre de apneia ou respira pela boca por outro motivo.

sentir gosto estranho na boca não é sinônimo de mau hálito?
No momento em que a salivação começa a baixar, mas as bactérias responsáveis pelo cheiro desagradável ainda não se instalaram, a pessoa pode sentir um gosto esquisito na boca. A alteração de paladar é chamada disgelsia e não tem
relação com a halitose.

o mau hálito é mais comum com o avanço da idade?
É raro uma criança ter halitose. A possibilidade de acumular bactérias que provocam o mau cheiro começa a se concretizar aos 14 anos. A partir dos 55, a incidência de mau hálito pode chegar a 85%. A diminuição do fluxo salivar e o aumento do uso de remédios controlados causam boca seca.

sxc.hu
(foto: sxc.hu)
COMO EVITAR O MAU HÁLITO

-Alimentar-se em intervalos regulares para não ficar em jejum por muito tempo.

-Tomar dois litros de água e/ou sucos naturais por dia.

-Evitar a ingestão de café, refrigerante e chá preto. As bebidas são ricas em cafeína, substância que contribui para deixar a boca seca.

-Fazer uma atividade física regular. Os exercícios, principalmente aeróbicos, ajudam a combater causas comuns da diminuição de saliva, que são estresse, ansiedade e tensão.

-Comer em menor quantidade alimentos ricos em enxofre, gorduras e proteínas.

-Ingerir frutas ácidas, como laranja, abacaxi, morango, kiwi, maçã e maracujá, para estimular a salivação e promover a autolimpeza da língua.

-Mascar chicletes ou chupar balas para ajudar na formação de saliva, e não para mascarar o hálito.

-Ficar atento ao funcionamento do intestino, pois a prisão de ventre é fator que causa halitose.

-Fazer a correta higiene bucal depois das refeições. A recomendação é passar o fio dental, escovar os dentes e usar o limpador de língua. Escovar a língua apenas sacode as bactérias, mas não consegue eliminá-las.

-Usar escovas macias, que devem ser trocadas quando as cerdas se abrem (em média, elas duram três meses).

-Optar por pastas de dente que não contenham lauril sulfato de sódio (LSS), substância que dá espuma, mas resseca muito a boca.

-Não usar enxaguantes bucais com álcool, já que eles deixam a boca mais seca e pioram o hálito.

-Visitar o dentista a cada seis meses.

sxc.hu
(foto: sxc.hu)
OUTRAS CAUSAS DA HALITOSE

-A mesma massa bacteriana que permanece na superfície da língua pode se acumular nos buraquinhos das amígdalas, caracterizando os cáseos amigdalianos.

-Alterações do sistema respiratório, como rinite alérgica e desvio de septo nasal, fazem com que o paciente respire pela boca, diminuindo o fluxo de saliva.

-O processo inflamatório de otite e sinusite causa mau cheiro na boca.

-Quando o intestino não funciona todos os dias, o material que não é eliminado forma gases com mau cheiro, que são reabsorvidos pela corrente sanguínea e eliminados pelo ar da boca.

-Hérnia de hiato manifestada com refluxo causa halitose, pois o material volta para a cavidade da boca e se deposita na língua, fazendo aumentar a saburra lingual.

-O diabético tem mais chance de ter boca seca devido ao desequilíbrio hídrico, que também leva o organismo a entrar em hipoglicemia, causando mau hálito.

-Em quadros de megaesôfago, que se caracteriza pela dilatação do tubo do esôfago, a comida não passa para o estômago e os resíduos de comida se acumulam.

-A cirrose hepática pode mudar o hálito do paciente, pois as substâncias que seriam depuradas pelo fígado acabam sendo eliminadas pela respiração.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA