Fertilização in vitro tem balanço no Brasil

Segundo a Anvisa, país realizou 52.690 transferências de embriões em pacientes submetidas a técnicas de fertilização in vitro em 2013

por Estado de Minas 05/07/2014 16:03

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
O Brasil realizou 52.690 transferências de embriões em pacientes submetidas a técnicas de fertilização in vitro em 2013. O número é do 7º Relatório do Sistema Nacional de Produção de Embriões (SisEmbrio), estudo elaborado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). As informações foram coletadas em 93 bancos de células e tecidos germinativos do país, conhecidos também como “clínicas de reprodução humana assistida”.

Ao longo do ano, foram registrados 24.147 ciclos de fertilização in vitro e 5.131 embriões foram doados para pesquisas com células-tronco embrionárias. O estudo mostrou, ainda, que foram congelados 38.062 embriões nas clínicas de reprodução assistida no ano passado em todo o país. Por região, do total, 66% estão em bancos da Sudeste; 14% da Sul; 12% da Nordeste; 7% da Centro-Oeste; e 1% da Norte.

O relatório da agência estatal revela também que a taxa média de clivagem (como é chamada a divisão que dá origem ao embrião) nas clínicas brasileiras foi de 91%. Os valores apresentados foram compatíveis com valores preconizados em literatura, que é de acima de 80%. Já a taxa média de fertilização foi de 74%. O percentual é maior que os valores sugeridos em literatura internacional, que variam entre 65% a 75%.

“Os valores apresentados foram compatíveis com valores preconizados em literatura, que é de acima de 80%”, informa a Anvisa sobre o resultado. A taxa média de fertilização foi de 74%, maior que os valores sugeridos em literatura internacional, que variam entre 65% a 75%, destaca o relatório divulgado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA