Infraestrutura e atendimento diferenciados criam ambiente acolhedor a pacientes de câncer

Instituto de Oncologia do Hospital Felício Rocho possui 27 apartamentos individuais, cujo conforto é garantido por itens como ar-condicionado, televisão, cama motorizada e articulada e banheiro

23/06/2014 04:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Assessoria de Comunicação Integrada Felício Rocho
Ambiente propício ao bem-estar e à privacidade do paciente (foto: Assessoria de Comunicação Integrada Felício Rocho)
“Ninguém sai de um tratamento de câncer do mesmo jeito que entrou. Minha vida evoluiu 500%, porque aprendi a dar mais valor às coisas pequenas.” Intenso, o depoimento da aposentada Cristina Maria de Almeida contrasta com a sua voz. Não há vestígios de abatimento pelas duas cirurgias enfrentadas, no final do ano passado, de retirada total da mama esquerda e inúmeras sessões de quimioterapia que devem se estender até o mês que vem.

Aos 56 anos, a aposentada entrou nas estatísticas do Ministério da Saúde. Este ano, 57 mil brasileiras devem ser afetadas pelo câncer de mama, um dos mais recorrentes no país. As cirurgias que Cristina fez no Hospital Felício Rocho são seguidas de tratamento realizado no Instituto de Oncologia, unidade da própria instituição, inaugurada em dezembro. “Tenho um plano de saúde excelente, que pagaria um atendimento fora. Poderia ter ido para São Paulo, mas optei pelo Instituto, pelo tratamento de primeiro mundo”, declara.

Eficiência do corpo-técnico, liderado pelo oncologista Renato Nogueira Costa, qualidade dos equipamentos e infraestrutura diferenciada destacam a unidade. “Em nenhum lugar você faz quimioterapia e fica em um quarto separado. Mas o que mais me chamou a atenção foi o atendimento de todos, desde o balcão. Sinto que é uma equipe montada ‘lá em cima’, com uma missão muito importante”, afirma a aposentada.

O Instituto de Oncologia possui 27 apartamentos individuais, cujo conforto é garantido por itens como ar-condicionado, televisão, cama motorizada e articulada e banheiro. Um ambiente propício ao bem-estar e à privacidade do paciente, como assinala a enfermeira Iramaris de Oliveira. Segundo ela, o acolhimento reservado ainda se torna mais indicado no caso de os pacientes se sentirem mal durante a terapia, pois são comuns, por exemplo, a ocorrência de vômitos.

Iramaris destaca o serviço de laboratório oferecido pelo Instituto, o que facilita a rotina de tratamento, e a infraestrutura planejada para dar transparência aos procedimentos. Através de um vidro, os pacientes veem, por exemplo, o próprio medicamento ser diluído pelo farmacêutico. Característica que Cristina, que é da área de saúde, não deixou de reparar. “Quando vão preparar o medicamento, parecem vestidos de astronautas. Em todos os setores do Instituto de Oncologia, a biossegurança é perfeita”, finaliza.


Benefícios:
Prevenção
Retaguarda hospitalar em caso de intercorrências
Tratamento diferenciado
Diagnóstico precoce
Atendimento multidisciplinar
Garantia de agendamento de exames

Conforto:
Apartamentos individuais
Estacionamento gratuito
Laboratório interno

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA