Paralisia do sono é distúrbio que atinge cerca de 8% da população, entenda

Com duração de dois a cinco minutos, a paralisia pode acontecer logo ao adormecer ou ao acordar e é comumente ligada a fantasia

por Renata Rusky 14/05/2014 15:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Imagina acordar e não conseguir se mexer. Esse é mais um dos vários distúrbios do sono. Embora 40% da população (entre crianças e adultos) apresente dificuldades na hora de dormir, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a paralisia do sono, de acordo com estudo publicado na Sleep Medicine Review, atinge apenas 8% das pessoas, a maioria delas estudantes e pacientes psiquiátricos.

Mesmo assim, especialistas, como a médica do Instituto Brasileiro do Sono Dorothy Zavarezzi, acreditam que o problema é tão preocupante quanto qualquer outro, pois todos tendem a atingir quem mantém uma rotina estressante.

Com duração de dois a cinco minutos, a paralisia pode acontecer logo ao adormecer ou ao acordar e é comumente ligada a fantasia, misticismo, espiritualidade e folclores, já que pode estar associada a alucinações.

Fisiologicamente, esse distúrbio ainda não foi completamente explicado, mas sabe-se que ele tem a ver com a paralisia natural que ocorre durante o sono REM — o cérebro acorda nessa fase, mas o corpo ainda persiste paralisado por algum tempo.

Valdo Virgo / CB / DA Press
Clique para ampliar e entender causas, sintomas e formas de prevenir a paralisia do sono (foto: Valdo Virgo / CB / DA Press)
 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA