Acupuntura também é aliada da beleza

Técnica pode ser usada no tratamento de rugas, gordura localizada, acne e estrias. Especialistas destacam que procedimento deve ser acompanhado por alimentação adequada

por Celina Aquino 04/02/2014 13:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Ramon Lisboa/EM/D.A Press
A médica Iva Tereza Van Fraga explica que as agulhas ativam as circulações sanguínea e linfática, o que diminui o inchaço e ajuda na liberação de toxinas (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
Técnica milenar que veio da China, a acupuntura passou a ser aliada de tratamentos estéticos no Brasil. Estrias, celulite, gordura localizada, rugas e acne podem ser atenuadas com o uso das pequenas agulhas. A médica acupunturista Maria Aparecida Bragança Reis Neves alerta, no entanto, que não existe milagre. “A acupuntura é um dos recursos terapêuticos para tratar a pele, mas o belo tem que ser primeiro saudável.”

Presidente do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura em Minas Gerais, a especialista de Barbacena (MG) conta que as mulheres são maioria no consultório. Muitas querem se livrar das estrias, que são causadas pelo estiramento contínuo e progressivo da pele. Maria Aparecida insere agulhas ao longo das faixas enrugadas, causando uma reação inflamatória no local. Assim, é possível aumentar a presença de fibroblastos, células responsáveis pela produção de colágeno e elastina, substâncias que dão firmeza à pele, e estimular a produção de novos vasos sanguíneos, permitindo o retorno da sensibilidade nas estrias. Nesse caso, a técnica é associada ao uso de cremes dermatológicos. “Podemos observar uma melhora a partir da quarta sessão, desde que a pessoa se comprometa a não engordar de novo”, pontua a médica.

Para conseguir um bom resultado, as estrias devem ter coloração rosada. A acupuntura também pode tratar celulite, caracterizada por alterações no metabolismo de água e gordura, além de gordura localizada. A clínica geral especialista em acupuntura Iva Tereza Van Fraga, do Spa Bella Donna, explica que as agulhas ativam as circulações sanguínea e linfática, o que diminui o inchaço e ajuda na liberação de toxinas. Os efeitos são potencializados com o uso de eletroestimulação: um aparelho ligado na tomada vai enviar estímulos elétricos para os pontos trabalhados, acelerando o processo de queima de gordura. O calor obtido com a queima de um bastão da planta artemísia, técnica chamada moxabustão, também apressa a reação da pele. “O que exigiria uma espera de seis meses apenas com atividade física e dieta balanceada pode ser alcançado em dois meses incluindo a acupuntura.”

Sabe aquele pneuzinho que incomoda toda mulher? É dele que a estudante de física Izabela de Catella Marcello, de 19 anos, quer se ver livre. Decidida a fazer acupuntura para diminuir a ansiedade e o estresse, ela ficou empolgada ao saber que a técnica poderia acabar com a gordura extra. “É muito difícil perder o pneu na academia. Você sua todo dia e não some, mas fica a neura de que ele não pode existir”, diz.

HARMONIA
As agulhas ainda são indicadas para atenuar rugas. Segundo Maria Aparecida Bragança, o princípio do tratamento é sedar o músculo agonista, aquele que é ativado pela movimentação (quando há marca de expressão, ele trabalha em excesso), e tonificar o músculo antagonista, que relaxa durante o movimento, levando harmonia ao rosto. No caso das linhas que surgem entre as duas sobrancelhas, conhecidas como rugas de reflexão, o músculo piramidal fica sempre tenso, enquanto o frontal está muito relaxado. “Ao inserir a agulha, vou aumentar o fluxo de sangue e a pele vai ficar com mais nutrientes. Assim, as rugas vão ser preenchidas”, acrescenta. O sucesso depende da flacidez da pele. A especialista adianta que a técnica não atenua marcas no pescoço e nas mãos.

Soraia Piva / EM / DA Press
(foto: Soraia Piva / EM / DA Press)

Acupuntura

Dizem que os samurais que sobreviviam às batalhas na China são os responsáveis pela descoberta da acupuntura, há mais de cinco mil anos. Os soldados perceberam que a resposta ao tratamento era melhor quando havia uma perfuração no corpo provocada por espada. Técnica da medicina tradicional chinesa, a acupuntura consiste em inserir agulhas metálicas e flexíveis em determinados pontos (terminações nervosas eletricamente modificadas) para ter o efeito desejado. São cinco mecanismos básicos de ação: aumento do fluxo sanguíneo, analgésico, anti-inflamatório, autorregulador e imunitário. A acupuntura é contraindicada para mulheres grávidas, porque alguns pontos estimulam a contração.

Agulhas e ventosas contra espinhas
Adolescentes com acne conseguem obter bons resultados com acupuntura. A médica ativa pontos que estão ao redor da região inflamada e pontos a distância, refletindo na saúde da pele. Pontos na barriga relacionados ao intestino e ao estômago, por exemplo, ajudam a melhorar a aparência. “A digestão tem que ser adequada e o intestino deve funcionar para que a pele seja bonita. Por isso, tenho que trabalhar as funções de absorção, transporte e transformação dos alimentos”, esclarece.

Maria Aparecida justifica a intervenção citando a causa da olheira: quem sofre com prisão de ventre fica com os olhos mais escuros. Para tratar uma pele com espinhas, a médica acupunturista também pode utilizar técnicas além das agulhas, como a ventosa. É como se fosse um copinho que, em contato com as costas, aspira o ar de dentro e leva o sangue para a superfície, assim como seus nutrientes, deixando toda a pele mais saudável.

Para que a acupuntura estética seja eficiente, Iva Tereza defende que é preciso interferir em problemas que podem prejudicar a saúde da pele, como diabetes, hipotireoidismo, ovário policístico e retenção de líquido. A especialista também lembra que o paciente precisa se comprometer com o tratamento, que geralmente ocorre duas vezes por semana. “Não adianta fazer algumas sessões e abandonar o consultório antes da hora, achando que resolveu.”

A estudante de direito Déborah Schnneider Alves do Carmo, de 23, buscou as agulhadas para emagrecer. De quebra, ela conseguiu tornar menos visíveis celulite e gordura localizada, que aumentaram depois da gravidez. “Não gostava de usar short nem vestido curto. Com a acupuntura, além de melhorar o físico, minha autoestima melhorou. Agora me acho a mulher mais linda do mundo”, destaca. Há dois anos adepta da técnica chinesa, Déborah enxerga a vantagem de ser tratada como um todo. A estudante conseguiu controlar a ansiedade que a fazia comer muito, está dormindo melhor, enfrenta a rotina com mais energia e sente a pele transformada. Na balança, são 16 quilos a menos

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA