Cirurgiões plásticos desvendam verdades e mitos sobre nariz ideal para cada rosto

A rinoplastia (plástica de nariz) é uma das mais pedidas nos consultórios médicos. Segundo Cirurgião, a beleza está está na harmonia da face

por Lilian Monteiro 19/01/2014 07:28

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Clique para ampliar e saber qual a relação entre o nariz e a personalidade, com exemplos de celebridades
Ele não passa despercebido. Se não tem o poder de sedução da boca ou dos olhos, o nariz tem papel fundamental na estética de um rosto harmonioso. Ele é tão importante na expressão facial que sua força define a beleza ao garantir o equilíbrio do rosto. Por isso, a rinoplastia (plástica de nariz) é uma das mais pedidas nos consultórios médicos. O cirurgião plástico Volney Pitombo, referência em plásticas de nariz e face, do Rio de Janeiro, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da Internacional Society Aesthetic Plastic Surgery, revela um dado tentador: “A plástica de nariz é a que mais embeleza a face e pode rejuvenescer até oito anos”.

Como chegou a esse número? Volney explica que as técnicas de cirurgia de face garantem o rejuvenescimento de 10 a 15 anos e, quando limitada apenas à rinoplastia, são oito anos a menos. “Com a idade, o nariz cresce e cai. A queda da ponta do nariz começa a partir dos 30, 35 anos e fica visível. É o chamado nariz de bruxa. É sutil, mas tira a leveza, a delicadeza e a graça da juventude.”

O cirurgião enfatiza que a beleza atual se encaixa na forma de um triângulo, para as mulheres, e de um quadrilátero para os homens. “Essas figuras expressam a pessoa bonita. O nariz está no centro do rosto, é o regente, o maestro e caracteriza a face. E saibam que não existe rosto feio com nariz bonito, independentemente dos lábios, olhos e todas as outras expressões.”

Por isso, Volney avisa: a verdadeira beleza do nariz está na ponta. “Quando levantamos a ponta, não é arrebitar, levantamos o rosto inteiro. Só a ponta já rejuvenesce oito anos, mesmo resultado alcançado se a cirurgia for apenas no nariz e não na face toda.” Ele explica que a rinoplastia é feita de maneira tão sutil, estruturada com a própria cartilagem do paciente, que o efeito é magnífico. “O nariz ilumina o rosto todo, é poderoso. É o único órgão que não podemos maquiar. Rosto, boca e sobrancelha mudam, levantam. O nariz é estático, não se move. É o que é, tem consciência do poder que tem.”

Volney Pitombo, que já operou mais de 5 mil narizes, reforça que o nariz perfeito existe para cada pessoa. “Antes, tinha um padrão de beleza a ser seguido, o dos mitos e ícones de Hollywood. A revolução dos anos 1960 (pílula, feminismo, beleza black power) desconstruiu a beleza e foi possível encontrar seu estilo, explorar o que há de melhor. E a partir de 2000, a beleza ficou universalizada, ainda que existam pessoas ávidas por seguir um padrão que acreditam ser o ideal.

Arquivo pessoal
Segundo cirurgião, a beleza atual se encaixa na forma de um triângulo, para as mulheres, e de um quadrilátero para os homens (foto: Arquivo pessoal)
PADRÃO

A moda agora é pedirem o nariz da duquesa de Cambridge, Kate Middleton, que é belo para ela, mas não é um modelo bonito. Mas isso ainda ocorre no século 21 porque a elite continua a impor seu estilo. A justificativa gira em torno da ideia de ‘ter’ mais glamour, ares de realeza, nobreza... No entanto, o importante é entender que temos uma variedade de expressões da beleza.”

O cirurgião reforça que o conceito da beleza está na harmonia das formas. Ele cita a modelo brasileira Alessandra Ambrósio e o ator norte-americano George Clooney como perfis admiráveis. De acordo com Volney, a rinoplastia melhora não só a aparência do nariz, mas a harmonia de toda a face. Ele reforça que é uma “cirurgia fascinante e o efeito é mágico”. É indicada a partir dos 14 anos até os 80, quando se tem “amor a si mesmo e à existência”. Apesar de não falar em valores, há variedade de preço de acordo com o profissional e o centro. A variação no mercado é de R$ 15 mil a R$ 30 mil. “Cirurgia de nariz moderna é muito pouco agressiva. Antes, mexia com osso e cartilagem e hoje, na maioria das vezes, só modelamos a cartilagem. Fica mais natural e segura.”

Soraia Piva / EM / DA Press
(foto: Soraia Piva / EM / DA Press)
Sem dor - Camila - preferiu não ser identificada

A cirurgiã-dentista Camila (nome fictício) fez rinoplastia há dois anos por ter um problema de respiração e por achar seu nariz torto. Ela está feliz com o resultado porque, além da beleza, muitos a acham diferente sem saber direito o que é. Só se ela contar. “Ficou mais harmonioso e equilibrado. Voltei para casa no mesmo dia e o pós-operatório não dói. O nariz fica roxo e há cuidados, como um mês sem atividade física e de dois a três sem tomar sol. A cirurgia é tranquila e recomendo a todos que estão insatisfeitos.” Ela conta que a recuperação é um “pouquinho incômoda” e “chata” no sentido de ficar 15 dias com o curativo, na expectativa. Outra coisa é o inchaço. “Ele dura de seis meses a um ano, sendo maior nos primeiros 30 dias. É preciso ter paciência. O resultado final só depois de um ano. Na verdade, varia de paciente para paciente. Depois de seis meses as pessoas não notam o inchaço, mas quem fez, sim. Mas o resultado final é maravilhoso.”

Soraia Piva / EM / DA Press
(foto: Soraia Piva / EM / DA Press)
Melhorar a respiração - Lourenço Gontijo - cirurgião plástico
“Sempre, em primeiro lugar, por ser um órgão respiratório, o mais importante na cirurgia de nariz é melhorar a respiração. A intervenção é tranquila, anestesia local e o paciente tem alta no mesmo dia. A técnica mais usada é sem cortes por fora e não precisa retirar os pontos. Esteticamente, o bonito é o que é natural, que ninguém perceba. O importante é deixar o nariz harmônico e equilibrado com o rosto e com o tamanho da testa. Ele tem de ficar o mais natural possível, a ponto de as pessoas perceberem que você melhorou, mas sem saber o porquê. O nariz traz a personalidade. O da Maria Bethânia é a marca da sua vida, define sua expressão. Por isso, é preciso cuidado e saber que é possível, sim, suavizar. Claro, se desejar.”

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA