Coral formado por pacientes sem laringe surpreende plateia do MASP, em São Paulo

Público aguardava o espetáculo de um dos corais mais famosos da capital paulista, o Coral da USP, mas acabou sendo envolvido em uma campanha de saúde

13/12/2013 15:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação/A.C.Camargo Cancer Center
Público esperava apresentação do Coral da USP e foi surpreendido pelo Coral Sua Voz (foto: Divulgação/A.C.Camargo Cancer Center )
"Ainda hoje, aqui no Brasil, as pessoas desligam o telefone quando ouvem alguém que se utiliza da laringe eletrônica, por pura desinformação. Isso não acontece em países cuja população é mais instruída sobre este assunto". A afirmação é da coordenadora do Grupo de Apoio ao Paciente Laringectomizado Sua Voz e diretora de Fonaudiologia Oncológica do A.C.Camargo. Mas o público do auditório do MASP, em São Paulo, teve a oportunidade de se emocionar com uma apresentação de doze pacientes laringectomizados na última segunda-feira. A plateia aguardava o espetáculo de um dos corais mais famosos da capital paulista, o Coral da USP, quando o 'Sua Voz' ocupou o palco interpretando canções do The Beatles.

O registro audiovisual mostra o estranhamento inicial dos espectadores que passa por rostos emocionados e culmina com aplausos de pé diante da faixa que os integrantes – que perderam as cordas vocais devido ao cigarro - apresentam ao final de 'All you need is love' e 'She loves': “escute a voz desse coral: não fume”.



Se diagnosticado no início, as chances de sucesso no tratamento de câncer de laringe superam 90%. As pessoas que integram o 'Coral Sua Voz' receberam o diagnóstico em estágio avançado e retiraram esse órgão em uma cirurgia chamada laringectomia. Esses pacientes - a maioria acima dos 60 anos – fazem uso de voz esofágica, prótese, laringe eletrônica (ou vibrador), fala bucal ou articulação de sons. Durante a apresentação, a segunda voz coube a fonoaudiólogos.

O objetivo da ação era chamar a atenção para a maneira como a sociedade vê atualmente o convívio com os pacientes que retiram a laringe e fazem uso de métodos não convencionais de comunicação.

Neste ano, a Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou para o fato de que o fumo continua liderando as causas de mortes evitáveis no mundo inteiro, matando quase 6 milhões de pessoas por ano, a maioria em países de baixa e média renda, e recomendou como ação efetiva a total proibição de publicidade, promoção e patrocínio de cigarro.

Divulgação/A.C.Camargo Cancer Center
Coral Sua Voz é formado por doze pacientes laringectomizados (sem laringe) (foto: Divulgação/A.C.Camargo Cancer Center )

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA