Mulheres brasileiras perderam a vergonha de frequentar sex shop

Produtos mais procurados pelas mulheres são lingeries, cosméticos sensuais e vibradores

por Estado de Minas 02/09/2013 11:31

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
SXC.hu/Banco de Imagens
Pulou de 31% em 2004 para 70% o número de mulheres que fecham uma compra de produto erótico (foto: SXC.hu/Banco de Imagens)
Falar sobre sexo pode ainda ser um tabu para as mulheres, mas pelo visto elas perderam a vergonha de frequentar sexy shop. Segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual (Abeme), por aqui o público feminino passou a dominar o consumo de produtos para apimentar a relação em lojas virtuais.

Prova disso é o salto na porcentagem de vendas para as mulheres desde 2004, quando apenas 31% delas tinham coragem de fechar uma compra, para 70%, no último ano. Ainda de acordo com a Abeme, os produtos mais procurados pelas mulheres são lingeries, cosméticos sensuais e vibradores.

VÍDEOS RECOMENDADOS