Sonâncias abre nesta terça-feira, 08, sua terceira edição em BH

Projeto renova proposta de discutir aspectos associados à indústria musical, com a meta de ampliar mercado para artistas locais

por Ana Clara Brant 08/08/2017 08:30
Daryan Doernelles/Divulgação
Duda Brack se apresenta no Sonâncias nesta sexta-feira, 11. (foto: Daryan Doernelles/Divulgação)

Minas Gerais e sua capital, Belo Horizonte, são conhecidos por sua riqueza cultural e, sobretudo, musical. Mas nem sempre artistas talentosos conseguem extrapolar as fronteiras. Foi pensando nessa questão que surgiu o Sonâncias, mistura de seminário, festival e rodada de negócios, cuja terceira edição começa nesta terça, 08, n’A Autêntica. ''A gente percebia que a cena artística e musical de BH sempre foi muito rica, mas havia dificuldades como pouca visibilidade e pouco alcance. Foi assim que decidimos criar algo para que a gente pudesse debater, trocar ideias e tirar sugestões de como isso poderia ser aperfeiçoado'', afirma Luciano Viana, produtor e organizador do Sonâncias.

Em cada dia de evento será realizado um debate temático com profissionais relacionados ao mercado musical e dois shows, resultado da parceria com o festival Transborda (que ocorre no dia 12 de agosto, na orla da Lagoa da Pampulha). A programação musical do Sonâncias terá Mauricio Pereira (SP), Vivendo do Ócio (BA), Test (SP), Duda Brack (RS/RJ), Luneta Mágica (AM) e as bandas locais Pelos, Carahter e Miêta.

Luciano conta que foram definidos quatro tópicos para esta edição do Sonâncias. O primeiro vai tratar de artistas em diferentes estágios da carreira, relatando suas experiências pessoais, gestão de carreira e mercado. O segundo tema diz respeito ao universo dos festivais, palcos e atividades como curadoria e financiamento. Já a terceira vertente abordará o relacionamento dos setores público e privado com a música: política, marketing e mercado. Por fim, a comunicação e a divulgação da música em 2017 são o tema de encerramento do evento.

Entre os convidados dos debates estão profissionais ligados a iniciativas como Natura Musical, os festivais DoSol (de Natal, RN), Radioca (Salvador/BA) e Vaca Amarela (Goiânia/GO); músicos como Henrique Portugal (Skank), Larissa Conforto (Ventre), Mauricio Pereira, Adriano Cintra (ex-Cansei de Ser Sexy) e o DJ Ftampa (mineiro de carreira internacional, com 1 milhão de fãs no Facebook). ''É complicado chegar a uma conclusão definitiva, porque é muito subjetivo e cada artista tem a sua visão e as suas vivências. Mas alguns gargalos a gente percebe, como deficiência na divulgação, falta de investimento maior na qualidade do material, e são esses aspectos que a gente tenta melhorar'', diz.

Sonâncias
Debates a partir das 19h30 e shows às 22h. Até 11 de agosto, n’Autêntica (Rua Alagoas, 1.172, Savassi). Ingressos: gratuitos, com retirada antecipada em sympla.com.br/quente (limitado às 70 primeiras pessoas) ou R$ 10 após esgotada a cota gratuita. Informações: (31) 3654-9251.

Festival Transborda
Com Far From Alaska (RN), Djonga (MG), Iara Rennó (SP), Pequeno Céu (MG), Young Lights (MG), El Toro Fuerte (MG), Deskareggae Soundsystem (MG). No sábado (12/8), a partir das 14h, no Museu de Arte da Pampulha (Av. Otacílio Negrão de Lima, 16.585, Pampulha). Entrada franca.

Novo festival
Em setembro, um evento se propõe a ocupar espaços de Belo Horizonte e conversar em torno da música, com mesas de conversas, minimostra itinerante, pocket shows e apresentação de 13 atrações locais, nacionais e internacionais, no Mirante Beagá. O mais novo evento de música da cidade, Breve festival, música pra durar, pretende não apenas debater o assunto, como inclui uma programação com muita música. Entre as atrações estão Novos Baianos, Baiana System, Karol Conka, Emicida, Tulipa Ruiz, Marcelo Jeneci, A Banda Mais Bonita Da Cidade, Graveola e o Lixo Polifônico, Iconili e Alta Fidelidade, entre outros. Mais informações pelo telefone (31) 3889-2003 e no site www.brevefestival.com.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA