Banda Kayajhama faz show com entrada franca em BH

Banda belo-horizontina lança seu primeiro disco nesta sexta-feira, 28

por Estado de Minas 28/07/2017 08:00
Rafael Renê Vieira/divulgação
(foto: Rafael Renê Vieira/divulgação)

ADar voz ao morro, refletir sobre o cotidiano das favelas e a desigualdade social. É com essa pegada que a banda belo-horizontina Kayajhama lança seu primeiro álbum, Batendo de frente, em show gratuito nesta sexta-feira (28/7), n’Autêntica.

Com 10 faixas e uma bonus track, o CD mescla seu reggae a samba, rock, rap e funk soul. O vocalista Wilton Vagalume destaca que o álbum e o show prestam tributo ao cantor e compositor mineiro Mestre Jonas, falecido em 2011. “Ele foi uma presença importante no processo de produção desse disco. Além de ser nosso amigo, ele nos incentivou a ir em frente”, conta.

O cantor, compositor e multi-instrumentista Sérgio Pererê é outra fonte de inspiração para o quinteto. “Admiramos muito o que ele propõe. Pererê é referência da nossa música negra”, diz Vagalume. Surgido no fim dos anos 1990 no Aglomerado da Serra, o grupo se dedica à música e também a oficinas de capoeira abertas à comunidade.

“A gente sempre trabalha voltado para o morro. Esse é mais um material dedicado a ele. Nesses anos todos, ganhamos experiência e amadurecemos antes de lançar esse trabalho. O show foi preparado com muito carinho. Será uma verdadeira fusão musical”, diz o vocalista.

Hoje à noite, a banda receberá Juventino Dias, Sérgio Pererê, Daniel Carpa e Alaécio Martins no palco da Autêntica. “Todos eles moram ou já viveram na Serra. É uma forma de resgatar as raízes, manter viva a cultura do Aglomerado”, ressalta Vagalume. Agora, a expectativa da Kayajhama é fazer o show na própria comunidade.

ELO “A gente enfrenta momentos difíceis no país: intolerância, falta de respeito e de segurança. Com Batendo de frente, queremos ampliar a discussão desses temas, propor a ocupação de espaços. Acredito que a música sempre aponta novos caminhos, além de refletir a realidade e de tentar despertar nas pessoas um olhar mais crítico”, reforça o vocalista.

A faixa Estrada sem fim, com pegada blueseira, foi composta especialmente para Mestre Jonas. “Ele ganhou destaque no cenário da música nacional sem sair da Serra, e sempre reconheceu isso. A ideia era tê-lo como uma participação especial no disco”, conclui Wilton Vagalume.

BATENDO DE FRENTE
Com banda Kayajhama e convidados. Sexta-feira (28/7), às 21h. A Autêntica, Rua Alagoas, 1.172, Savassi (31) 3654-9251. Entrada franca.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA