Johnny Hooker afirma ter sido censurado por foto em que aparece beijando Liniker

Na imagem, usada para divulgar seu novo single, 'Flutua', o cantor e a cantora aparecem beijando um ao outro

por Estado de Minas 21/07/2017 13:45
Divulgação
Liniker e Johnny Hooker cantam sobre um amor homossexual em música. (foto: Divulgação)
Na última quinta-feira, 20, o cantor Johnny Hooker divulgou sua nova música de trabalho, Flutua, gravada em parceria com a cantora Liniker. A imagem de divulgação do lançamento está gerando controvérsia na internet. 

Segundo Hooker, a foto foi ''censurada'' nas redes sociais. Em uma publicação em sua página no Facebook, o cantor relata o ocorrido. ''É inconcebível que em pelno 2017 uma plataforma tão importante quanto o YouTube imponha censura máxima de 18 anos para uma foto de duas pessoas se beijando'', escreveu ele. 
 
''E não foi só o YouTube. O próprio Facebook também bloqueou as publicações patrocinadas da foto por 'conteúdo sexual''', relata o cantor. 
 
A música faz parte do novo disco de Johnny Hooker, Coração, com lançamento previsto para o próximo domingo, 23, nas plataformas digitais. 

Segundo o cantor, a letra da música Flutua, carro-chefe de seu novo trabalho, é inspirada em uma história de amor homossexual e reflete a resistência de um afeto que ultrapassa obstáculos. A canção foi apresentada pela primeira vez no programa Conversa com Bial, no começo de julho. 

Abaixo, confira a publicação do cantor na íntegra: 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA