Justiça do Rio extingue processo contra Bieber após pagamento de multa

Cantor desembolsou R$ 20 mil por ter grafitado um muro do bairro de São Conrado, no Rio de Janeiro, em 2013

por Estado de Minas 06/07/2017 16:05
AgNews/Reprodução
Justin Bieber foi flagrado cometendo a infração em 2013. (foto: AgNews/Reprodução)
A Justiça do Rio de Janeiro extinguiu na última terça-feria, 4, o processo contra Justin Bieber por ter pichado um muro do bairro de São Conrado, em 2013. A sentença foi assinada pelo juiz Rudi Baldi Loewenkron e está disponível para consulta pública no site do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. 

De acordo com o documento, o cantor canadense desembolsou R$ 20 mil para reparar a infração. O valor foi acordado durante sua última passagem pelo Brasil, em abril de 2017, e doado ao INCA (Instituto Nacional de Câncer). 
 
Os advogados de Bieber receberam a proposta do Ministério Público no final de março, quando o canadense estava prestes a chegar ao Brasil para apresentações no Rio de Janeiro e em São Paulo. Com o processo reaberto após quatro anos, Bieber corria o risco de ser abordado por um oficial de justiça ainda no aeroporto, mas acabou circulando livremente pelo país

Quando esteve no país em 2013, ele pichou o muro do Hotel Nacional. Na ocasião, o cantor havia recebido autorização da prefeitura da cidade para realizar um grafite no muro da Vila Olímpica, no Morro do Vidigal, mas não cumpriu o combinado. Para evitar tumulto, a equipe do artista mudou o local por conta própria e ele fez desenhos no muro do hotel, que está desativado. 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA