Morte violenta de empresário de Cristiano Araújo comove sertanejos

D'Stefany Vaquero Lima, o Didi Latino, morreu na última terça-feira, 23, após ser baleado na cabeça

por Agência Estado 25/05/2017 12:00

Instagram/Reprodução
Polícia investiga circunstâncias do tiro. (foto: Instagram/Reprodução)

Cantores sertanejos demonstraram solidariedade após a morte de D'Stefany Vaquero Lima, empresário e produtor de vários nomes da música. Didi Latino, como era conhecido, morreu no fim desta terça-feira, 23, após ser baleado na cabeça e não resistir à cirurgia.

 

 

Já ferido, Didi foi visto caminhando na rodovia Rio-Santos, na região de Muriqui, já no estado do Rio de Janeiro. Ele foi levado pela polícia para Hospital Municipal Victor de Souza Breves, em Mangaratiba, e embora consciente não conseguiu explicar as circunstâncias do tiro. Foi aberta uma investigação para entender o caso. Quando foi encontrada, a vítima portava um passaporte, dois cartões de crédito e R$ 500 em espécie.

Didi Latino é natural de Goiânia e estava morando em Fortaleza. O velório e sepultamento deve ocorrer em sua cidade natal, no Cemitério Jardim das Palmeiras na noite desta quarta-feira, 24.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA