Radiohead relança 'Ok Computer' em comemoração aos 20 anos do álbum

Nova versão do clássico disco da banda britânica terá três faixas inéditas e o lado B de seus singles da época

por AFP 03/05/2017 17:25
AFP
Radiohead anuncia relançamento do disco 'Ok Computer', de 1997. (foto: AFP)
Vinte anos depois de ter mudado por completo o rock independente integrando sons eletrônicos em OK Computer, o grupo Radiohead anunciou nesta terça-feira, 02, o lançamento de uma versão mais longa, enriquecida com títulos inéditos, de seu sombrio álbum de 1997.

Os roqueiros britânicos voltam a editar o clássico álbum em três discos de vinil e dois CDs, com o som remasterizado, três temas inéditos e o lado B de seus singles da época. Ao todo, o relançamento contará com 23 músicas - as 12 canções do disco original, mais oito b-sides e três faixas inéditas. 

Com a aproximação do aniversário de OK Computer, que foi lançado em junho de 1997, misteriosos pôsteres apareceram nas paredes de Nova York, Paris, Londres e outras cidades de todo mundo com fragmentos de letras e as datas ''1997-2017'', fazendo os fãs pensarem que a banda preparava alguma surpresa para comemorar este aniversário.
 
O terceiro álbum do Radiohead, OK Computer, passou do som mais rápido do ''britpop'' dos anos 1990 e criou um universo melódico dominado pelo eletrônico e pela voz de seu carismático vocalista, Thom Yorke, em um mundo que vivia a chegada da Internet.

Para comemorar os 20 anos do disco, o Radiohead ressuscitou o site original de OK Computer. O grupo disse que o álbum de 1997 foi gravado com as melhores técnicas analógicas que existiam na época, mas que os avanços posteriores permitiram afinar o som.
 
 
LIFT
Uma das canções mais celebradas entre os fãs do Radiohead nos anos 1990 era Lift, que finalmente ganhará uma versão final no disco comemorativo. A faixa remonta o ano de 1996, quando a banda abria os shows da turnê Jagged Little Pill, de Alanis Morissette

De acordo com o guitarrista Ed O'Brien, em entrevista concedida à rádio britânica BBC 6, quando o grupo tocou a música ao vivo pela primeira vez a resposta do público foi tão calorosa que eles decidiram ''enterrá-la''. O motivo, na verdade, era porque o quinteto temia que o lançamento oficial da canção lançaria o Radiohead à níveis inimagináveis de popularidade

''Esta canção é um hino. Se ela estivesse no disco, provavelmente nos teria levado para um lugar diferente, e provavelmente teríamos vendido mais discos'', comenta. ''Eu acho que o nosso subconsciente decidiu enterrá-la. Se Ok Computer fosse como Jagged Little Pill a banda teria se dissolvido''. 

 
Ed ainda comenta que Lift tinha uma ''aura mágica'', mas que, assim que eles a terminaram de gravar, no estúdio, era como se eles tivesse ''uma arma apontada para a cabeça''. ''Era muito pressão para aguentarmos'', diz. 

À época, a banda se recuperava do sucesso da música Creep, do disco Pablo Honey (1993). Tanto que, no disco sucessor, The Bends (1995), o grupo incluiu a canção My iron lung, escrita para homenagear seu grande hit, na qual eles versam sobre o fato de que só estariam na estrada ainda por conta da canção. 
 
Abaixo, ouça Lift:
 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA