Rádio dos EUA pede boicote a Madonna após protestos contra Trump

A estação texana HITS 105 decidiu banir a cantora de sua programação e alegou que não era uma decisão política, mas uma questão de patriotismo

por Estado de Minas 25/01/2017 16:26

Theo Wargo
Madonna fez um discurso polêmico durante a Marcha das Mulheres (foto: Theo Wargo)
Madonna fez um discurso polêmico durante a Marcha das Mulheres, que aconteceu no último sábado, 21, em Washington. A cantora revelou que estava tão indignada com a eleição de Donald Trump que chegou a pensar em ''explodir a Casa Branca'', além de mandar o magnata ''chupar um pau'', enquanto cantava a música Express yourself

 

Em seguida, ela deu sequência dizendo que tinha consciência de que isso não mudaria nada e que o desespero não adiantava naquele momento. 

 

Mas parece que o seu discurso não foi aceito em todos os lugares. A rádio texana HITS 105  decidiu banir a cantora de sua programação. Segundo a revista Billboard, a frequência prometeu não tocar as músicas de Madonna e ainda convocou um boicote das outras estações. 

 

"Banir a Madonna da rádio não é uma decisão política, mas uma questão de patriotismo. É errado pagar royalties para uma artista que demonstra tantos sentimentos anti-americanos. Se todas as rádios seguissem nosso exemplo, então mandaríamos uma forte mensagem financeira para Madonna", dizia o comunicado na íntegra, assinado pelo dona da estação, Terry Thomas. 

 

Após receber uma série de críticas pelas redes sociais, devido ao tom do discurso, a cantora explicou que suas falas foram ''tiradas de contexto'' e que eram apenas metáforas. 

 

 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA