Polícia prende dois suspeitos de matar Loalwa Braz

Um dos homens homem trabalhava na pousada da cantora, que foi encontrada dentro de um carro incendiado na manhã desta quinta-feira, 19, em Saquarema

por Estado de Minas AFP 19/01/2017 15:28

Reprodução/Twitter
Loalwa era considerada a rainha da lambada (foto: Reprodução/Twitter)
O delegado titular da 124ª Delegacia de Polícia, responsável pela investigação da morte da cantora Loalwa Braz, Leonardo Macharet, esteve na tarde desta quinta-feira, 19, de volta ao local onde o corpo dela foi encontrado, em Saquarema, Região dos Lagos do Rio. A diligência, com o apoio da Polícia Militar, efetuou a prisão de suspeitos do crime. Um dos homens apreendidos, segundo a Polícia Civil, trabalhava na pousada de Loalwa. As informações são do site Ego.

 

Ainda de acordo com o Ego, o suspeito deixou o local algemado e informou aos policiais que a ação que resultou na morte de Loalwa começou como um roubo. O suspeito apontou objetos de valor que teriam sido escondidos por ele e seus cúmplices no crime.

 

O delegado Leonardo, em entrevista coletiva, contou que a cantora foi queimada viva pelos criminosos e detalha como ocorreu o homicídio: "Eles entraram na pousada, bateram nela com um pedaço de madeira, que já foi localizado. Apreendemos uma faca, que já foi localizada, e a camisa de um dos elementos com sangue. Ela estava gritando muito, eles resolveram levá-la para o carro. Um deles iria sair com ela do local, mas parece que o carro morreu e eles atearam fogo nela. Ela estava viva no momento que a queimaram. Foi queimada viva. Essa foi a parte mais cruel", disse. 

 

A polícia trabalha com a hipótese de latrocínio, que se caracteriza por roubo seguido de morte. Os suspeitos presos até agora se chamam Wallace de Paula Vieira, de 23 anos, e Gabriel, de 21. 

 

Entenda o caso

 

Na manhã desta quinta-feira, 19, o corpo da cantora Loalwa Braz foi encontrado dentro de um carro incendiado, em Bacaxá, distrito de Saquarema, no estado do Rio. 

 

O corpo de bombeiros foi chamado uma primeira vez para responder a um incêndio na casa da cantora. Os bombeiros receberam uma segunda chamada, informando um incêndio em um veículo nas proximidades. Foi dentro deste carro que o corpo da cantora foi encontrado. Uma necropsia estava prevista para ser realizada durante o dia.

 

A presença de dois homens armados foi relatada perto da casa da cantora no meio da noite, de acordo com informações preliminares da polícia militar. Mas ainda é prematuro estabelecer um vínculo formal com a morte, de acordo com os investigadores citados pelo site G1.


Loalwa Braz Vieira teve uma fulgurante e efêmera fama mundial em 1989, ao interpretar com o grupo Kaoma a música Chorando se foi, conhecida internacionalmente como La Lambada. A lambada é um gênero musical tropical, que reúne o carimbó, merengue, salsa e zouk, do qual Loalwa Braz Vieira foi ícone na década de 1980.


Chorando se foi, acompanhado por clipe alegre e sensual, foi um sucesso mundial, vendendo 15 milhões de cópias em mais de 100 países. Na França, onde Loalwa Braz viveu durante vários anos, o hit vendeu 700 mil cópias



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA