'Meu fechamento é você, mozão' embala verão 2017

Com versões light e proibidona, o funk oficialmente chamado de 'Deu onda' viralizou na internet e se transformou no hit do verão

por Matheus Rangel 06/01/2017 08:00
Ilustração Son Salvador
(foto: Ilustração Son Salvador)

O verão começou oficialmente em 21 de dezembro e se estende até o fim de março. Na indústria musical, entretanto, empresários e artistas começam a se planejar muito antes disso para a estação mais quente do ano, propícia para emplacar hits no réveillon, nas baladas de férias e no carnaval. Músicas dançantes e refrões-chiclete invadem internet, rádios, programas de TV, shows e também as ruas, tocadas em potentes alto-falantes nos carros.

Estudos de mercado e a estratégia de divulgação por parte de gravadoras e artistas são fundamentais para o êxito dessas apostas, geralmente lançadas em meados de novembro – tempo suficiente para o público decorar as letras. Mas nem sempre a fórmula dá certo. Exemplo disso é Deu onda, do MC G15, forte candidata a hit da folia deste ano. Na terça-feira passada, foi a canção mais executada na playlist mundial do Spotify. Ontem à tarde, o clipe oficial somava 48,2 milhões de visualizações no YouTube.

Disponibilizada “oficialmente” em 21 de dezembro na plataforma de vídeos, bastou uma semana para Deu onda bater 40 milhões de acessos, ganhar dezenas de paródias, ser compartilhada por milhares de pessoas e invadir shows dos famosos. Anitta, os sertanejos Marília Mendonça e Lucas Lucco, o funkeiro Latino, Gretchen, o jogador Neymar e a youtuber Kéfera Buchamnn, entre outras celebridades, cantaram e dançaram versões do funk do MC fluminense, de 18 anos, radicado em São Paulo.

Deu onda tem duas versões: a original, “proibidona” e divulgada em 11 de dezembro no YouTube, foi gravada num estacionamento de posto de gasolina e no camarim de MC G15. “Eu preciso te ter/ Meu fechamento é você, mozão/ Eu não preciso mais beber/ E nem fumar maconha (...) O seu sorriso me dá onda”, diz a letra, para em seguida disparar: “Que vontade de fo***, garota/ Eu gosto de você, fazer o quê?/ Meu p* te ama”. Na segunda versão – a “light” –, lançada 10 dias depois, a letra muda: “Que vontade de te ter, garota/ Eu gosto de você, fazer o quê?/ O pai te ama”. Dirigido por KondZilla, que trabalha com estrelas do funk, o novo videoclipe é bem produzido, mas sem deixar de lado o jeitão tosco do filme original.

Gretchen divulgou nas redes sociais sua própria versão, falando de amor materno e fazendo homenagem ao marido: “Eu não preciso mais mexer e nem dançar a conga/ Que a tua presença me deu onda/ O teu sorriso me dá onda /Você beijando, mozão, me dá onda/ Que vontade de te ter, garoto/ Eu gosto de você, fazer o quê/ A mãe te ama”.

ARROCHA

O sucesso de Deu onda põe o funk no topo das listas deste verão musical. Em 2016, foi a vez de Paredão metralhadora, mistura de arrocha com pagode lançado pela banda Vingadora; e, em 2015, de Gordinho gostoso, arrocha-ostentação do baiano Neto LX. Desde 2010, o hit do carnaval não vem da cena axé (com exceção de Circulou, da Banda Eva, em 2012). Esse ritmo reinou por anos, com Cabelo raspadinho (Chiclete com Banana), Festa (Ivete Sangalo), Café com pão (Vixe Mainha e Ivete Sangalo) e Dandalunda (Margareth Menezes). Em 2011, quem brilhou foi o brega pernambucano Minha mulher não deixa não, de Reginho.

MC G15 está bombando este ano, mas a guerra pelo posto de top do verão não acabou. O doce, de Ivete Sangalo, e Taquitá, de Claudia Leitte, são também candidatas a hits. Aviões do Forró, com Tô limpando você da minha vida, e Wesley Safadão, com Tô solteiro de novo, representam o forró na disputa, enquanto a aposta de Simone & Simaria é misturar sertanejo com o funk de Anitta em Loka – um reggaeton, segundo Simaria. O clipe dessa canção será lançado hoje nas redes sociais.

HITS


2000: Cabelo raspadinho (Chiclete com Banana)
2001: Bate lata (Banda Beijo)
2002: Festa (Ivete Sangalo)
2003: Dandalunda (Margareth Menezes)
2004: Maimbê dandá (Daniela Mercury)
2005: Corações (Rapazolla)
2006: Café com pão (Vixe Mainha)
2007: Quebra aê (Asa de Águia)
2008: Mulher brasileira (Psirico)
2009: Cadê Dalila (Ivete)
2010: Rebolation (Parangolé)
2011: Leva noiz (Liga da Justiça) e Minha mulher não deixa não (Reginho)
2012: Circulou (Banda Eva)
2013: Ziguiriguidum (Filhos de Jorge)
2014: Lepo lepo (Psirico)
2015: Gordinho gostoso (Neto LX)
2016: Paredão metralhadora (Vingadora)



NA COLA DE DEU ONDA

Taquitá
>> De Claudia Leitte. A faixa foi divulgada em dezembro com vídeo à base de fotos enviadas por fãs. Bateu 90 mil visualizações no YouTube. A letra aderiu à fórmula de antigos hits, como Largadinho e Claudinha bagunceira, mas Taquitá investe em melodia mais suave.

O doce
>> De Ivete Sangalo. O vídeo de divulgação bateu 320 mil acessos. Apesar de não ter entrado na lista das mais tocadas nas rádios em 2016, a campanha ganhou força na internet por meio do YouTube e do Spotify.

Mulher no poder
>> Da banda Psirico. Depois de emplacar os sucessos Lepo lepo e Tem xenhenhém, o grupo divulgou o novo clipe em novembro, bateu 67 mil visualizações no YouTube e traz elementos do arrocha e do axé. A banda divulgou link para download gratuito, disponível nas plataformas de streaming.
Remexe mexe
>> Do MC mineiro Delano, autor dos hits Na ponta ela fica e Que grave é esse. Lançado em novembro, o clipe bateu 3,6 milhões de acessos no YouTube. Delano aposta no carnaval mesclando funk carioca e reggaeton.

Tô limpando você da minha vida
>> Da banda Aviões do Forró. Lançada há quatro meses, bateu 2,1 milhões de acessos no YouTube e 722 mil reproduções no Spotify.

Tô solteiro de novo
>> De Wesley Safadão. Parceria do hitmaker cearense com o jogador Ronaldinho Gaúcho. O clipe ultrapassou 59,5 milhões de acessos no YouTube.

Loka
>> Parceria de Simone & Simaria com Anitta. Em parceria com a funkeira carioca, as irmãs sertanejas investem na pegada pop para emplacar no carnaval. O clipe será lançado hoje.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA