Cantor George Michael morre aos 53 anos, na Inglaterra

Causa da morte foi insuficiência cardíaca, de acordo com um representante; Família pediu respeito à privacidade

por Estado de Minas 25/12/2016 21:23
Divulgação
(foto: Divulgação)

O cantor George Michael morreu neste domingo, aos 53 anos, na casa dele, em Oxfordshire, na Inglaterra. O empresário dele informou que Michael morreu "em paz, em casa". Michael, que nasceu Georgios Kyriacos Panayiotou no Norte de Londres, vendeu mais de 100 milhões de álbuns ao longo de uma carreira que se estende por quase quatro décadas.

Michael Lippman, representante e amigo do artista, informou ao The Hollywood Reporter que a causa da morte foi insuficiência cardíaca. A Polícia do Vale do Tâmisa informou que o serviço de ambulância atendeu um chamado na propriedade do cantor, às 13h42 (hora local) deste domingo de Natal, mas que não encontrou circunstâncias suspeitas.

Declaração divulgada pela BBC atribui o comunicado ao empresário dele: "É com grande tristeza que podemos confirmar o nosso amado filho, irmão e amigo George morreu pacificamente em casa durante o período de Natal. A família pediria que sua privacidade fosse respeitada neste momento difícil e emotivo. Não haverá mais comentários nesta fase".

George Michael protagonizou vários incidentes vinculados ao consumo de drogas. O cantor de "Careless Whisper" passou quatro semanas preso em 2010 por bater com sua Range Rover em uma loja do Norte de Londres depois de ter fumado maconha.

Três anos antes foi encontrado inconsciente em sua Mercedes Benz e admitiu ter consumido drogas, mas escapou da pena de prisão depois de aceitar cumprir 100 horas de trabalhos sociais.

Relembre alguns dos hits do astro, que estourou nas paradas de sucesso com o duo Wham!, em parceria com Andrew Ridgeley, nos anos 1980, antes de seguir carreira solo.





(Com agências)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA