Cantoras queridinhas do público voltam ao mercado neste mês com projetos inéditos

Trabalhos são marcados por retorno ao mercado fonográfico após hiatos produtivos

por Larissa Lins 16/10/2016 10:41

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
“Você não pode deixar de encarar todos eles / É você contra todos / Sua roupa é um crime / E você pode sentir suas mentes frias te colocando numa prisão”, diz a letra de Bleeding heart, faixa que abre o novo disco de inéditas de Regina Spektor, Remember us to life (Warner Music, R$ 34,90), lançado no início do mês. Os versos são feministas, libertadores. São o cartaz de um álbum motivacional, que inclui as faixas Older and taller, Grand hotel e Black and white.

O novo disco abre safra de álbuns inéditos protagonizados por vozes femininas, marcada por retornos ao mercado fonográfico após hiatos produtivos e fortalecida por donas de hits internacionais. Letras românticas se intercalam a composições voltadas ao empoderamento, à autonomia e à libertação – como o single Anymore, o primeiro divulgado do álbum Version of me, da ex-Spice Girl Melanie C.. A independência financeira e o jogo de sedução também ganham espaço, seja em cenas provocantes como as do clipe M.I.L.F $ (Fergie) ou no timbre aquecido pelos grooves robustos de Carry on (Norah Jones). Jones disparou inéditas nos principais canais de streaming na sexta-feira, dia 8, mesmo dia em que a norte-americana Colbie Caillat lançou The Malibu sessions. Nas última sexta, ganhou vida o lançamento de JoJo e para as próximas estão previstos os de Melanie C (dia 21) e Tove Lo (dia 28).
Carlo Allegri/Reuters
(foto: Carlo Allegri/Reuters )

Colbie Caillat
The Malibu sessions

O disco foi lançado dia 8 e foi anunciado em julho, através de vídeo amador divulgado pela cantora em seu canal no YouTube. As músicas seguem a atmosfera tropical, praiana. Goldmine, Gypsy heart e Cruisin’ foram os singles antecipados. Like tomorrow never comes, Good thing e In love again são outras faixas do álbum, cuja turnê de lançamento (com participação de Justin Young e High Dive Hearts) tem início este mês, na América do Norte – por ora, sem previsão de shows no Brasil. “Eu estava pronta para trazer algo novo para todos vocês, algo mais pessoal, um olhar sobre sons, cenas e pessoas que me inspiram. Vocês já ouviram algumas faixas, e se gostaram delas, vão ficar bem felizes com esse álbum”, anunciou Colbie nas redes sociais. Tanto as letras como a melodia devem preservar o tom despreocupado dos trabalhos anteriores da artista, comumente associadas a viagens de carro e férias de verão.
Frazer Harrison/Getty Images/AFP
(foto: Frazer Harrison/Getty Images/AFP )

Norah Jones
Day breaks

O novo disco de inéditas de Norah Jones foi liberado no dia 8. Nos singles antecipados, Carry on e Flipside, a voz suave de Norah se une a grooves fortes, influenciados diretamente pelo jazz, gênero marcante no início da carreira dela. O álbum marca o retorno de Norah Jones às próprias raízes musicais. Peace, It’s a wonderful time for love, Once I had a laugh e Sleeping wild são outras faixas do disco. “Esse novo álbum parece um círculo completo, porque eu vou voltar às minhas primeiras influências. Depois do primeiro disco, me afastei um pouco do piano. Agora, realmente amei tocar piano de novo”, anunciou a cantora sobre a nova fase.

JoJo
Mad love

A cantora de pop e R&B lança seu primeiro álbum de inéditas em 10 anos, com colaborações de Wiz Khalifa e Alessia Cara. Sucessor de The righ road, Mad love teve faixa homônima divulgada e sucede o EP Three. O lançamento marca o fim de fase pouco próspera na carreira de JoJo: pelos últimos 10 anos, esteve ligada a Blackground Records, gravadora da qual se desvinculou através de ação judicial, pleiteando a quebra de contrato. Após o rompimento, assinou com a Atlantic Records, do Warner Music Group, e lançou três EPs consecutivos, todos com videoclipes. Mad love tem pegada soul e promete letras românticas e atmosfera pop.
Ben Stansall/AFP
(foto: Ben Stansall/AFP )

Melanie C
Version of me

A ex-Spice Girls lança o novo disco solo na próxima sexta. Anymore, primeira faixa divulgada do projeto, é um hino de libertação. Fala de rompimentos, da autonomia atrelada às separações. Melanie dança sozinha no videoclipe, protagonizado, ainda, por crianças e trabalhadores da construção civil coreografando a nova música. Version of me sucede Stages, sua mais recente compilação de inéditas, lançado em 2012. A antiga Sporty Spice continua a investir no trabalho solo, mesmo após a reunião das ex-companheiras de banda para celebrar os 20 anos de Wannabe. Melanie trabalha no novo disco desde 2014. “Como as outras Spice Girls, aprendi muito cedo que quando se trata da fama, você não pode pegar apenas uma fatia do bolo. Você tem comê-lo inteiro”, chegou a declarar.
Dimitrios Kambouris/Getty Images/AFP
(foto: Dimitrios Kambouris/Getty Images/AFP )

Tove Lo
Lady wood

O segundo disco da cantora, compositora e instrumentista sueca chega ao mercado no dia 28 deste mês. Será lançado em dois volumes, o primeiro com 10 faixas. Lady wood teve duas faixas antecipadas, Cool girl e Influence (parceria com o rapper Wiz Khalifa), e começou a ser gravado em janeiro deste ano, com referências da música eletrônica e do pop, sob produção de Capitain Cuts e The Struts. Parceiros musicais como o DJ e produtor Diplo usaram as redes sociais para publicar fotos com Tove Lo, anunciando algumas das possíveis participações especiais do disco, que tem o grupo The Weeknd como uma das referências sonoras.
Kevin Winter/Getty Images/AFP
(foto: Kevin Winter/Getty Images/AFP )

Fergie
The double dutchess

Previsto para este mês, The double dutchess chega ao mercado 10 anos após The dutchess, primeiro álbum solo de Fergie, de setembro de 2006. L.A. love (la la), lançada em 2014, foi o primeiro single do novo projeto, mas teve recepção morna por parte do público e da crítica, motivando a cantora a se debruçar novamente sobre o conteúdo do disco, no qual trabalhava desde o ano anterior. A expectativa é que ela explore, mais uma vez, o pop, o hip-hop e o R&B. Em julho passado, Fergie divulgou a música M.I.L.F. $, cujo clipe teve participação de Kim Kardashian, Ciara, Alessandra Ambrósio e Isabelli Fontana, entre outras celebridades, exaltando a sensualidade delas enquanto mães. “Eu sou independente / Sabe o que isso significa? / Que você não vai me ver falida / Eu sou bem paga”, diz um trecho, antecipando a tônica de Double dutchess.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA