Série de documentários ajuda leigo a aprender funcionamento de uma orquestra

por Kiko Ferreira 01/10/2016 10:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
DIVULGAÇÃO
O Quarteto Saxofonia é um dos participantes do DVD dedicado a esquadrinhar o funcionamento de uma orquestra (foto: DIVULGAÇÃO)

O som da orquestra é uma série de documentários produzidos para o selo Sesc que ajudam o leigo, o estudante de música, o curioso e o ouvinte/leitor a aprender sobre os principais instrumentos que compõem uma orquestra, sem muita pompa e com consistência. Dirigida por Marcelo Machado, com roteiros, entrevistas e apresentação do jornalista e crítico João Marcos Coelho, a coleção ganha novidades. Iniciada em 2011, com Piano- uma história de 300 anos, a série passou por A família das cordas(2013) e, agora, continua com A democracia das madeiras, disponível junto com as gravações do volume O exército dos metais.

Mesclando histórias, curiosidades, dados técnicos, depoimentos de músicos e textos escritos em ritmo de reportagem (reunidos num livro de 112 páginas que acompanha o DVD), o documentário responde a perguntas de várias categorias e calibres. Quanto tempo dura uma palheta? Quais as melodias mais marcantes de determinado instrumento? Quanto custa? Qual o solo mais bonito? Em quanto tempo um aluno consegue tirar do instrumento um som de qualidade? Qual a origem de cada instrumento e como ele evoluiu com o tempo? Qual a importância e o papel de cada um na formação e no cotidiano da orquestra?

Tudo isso e muito mais coisa é respondido em linguagem coloquial, com boa direção de fotografia de Carlos Ebert e som captado pelo especialista Ulrich Schneider. O título do documentário, gravado em 2014, no Sesc Consolação, em São Paulo, vem da expressão francesa que qualifica a família das madeiras, petit democracie, ou pequena democracia, por sua interação com os outros instrumentos. Os tipos e características de oboés, clarinetas, flautas, saxofones e fagotes, com várias referências de instrumentistas brasileiros e links para conhecer outras gravações convivem com trechos de concertos de artistas como Cassia Carrascozza, Fábio Cury e dos grupos Sujeito a Guincho, Quinteto Villa-Lobos e Quarteto Saxofonia. E ultrapassam o universo da música de concerto, com relações com o jazz e a música popular brasileira. Ao final, uma aula que pode ser apreciada aos poucos, ou de uma vez só, sem prejuízo para a absorção do bom conteúdo.

O próximo volume, O exército dos metais, vai tratar da história e evolução da família dos metais (trompa, tuba, trombone e trompete), com música feita pelo Grupo de Trompas São Paulo, o quarteto Caso Grave, o grupo Trombonismo e o quinteto Grupo BRassUka, entre outros. As gravações ocorrerão entre os dias 6 e 9 de outubro, no Sesc Consolação, na capital paulista.

A democracia das madeiras
Direção: Marcelo Machado (56 min)
Selo: SESC Preço: R$ 30

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA