Ópera barroca é tema de ciclo

Evento vai até dia 25 e traz palestras, masterclasses e apresentações

por Eduardo Tristão Girão 17/08/2016 08:39

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Começa hoje, no Palácio das Artes, em Belo Horizonte, o ciclo de palestras, masterclasses e apresentações da Academia de Ópera Barroca.

O gênero operístico teve origem justamente no período barroco e o estilo surgido a partir daí é o tema do evento, realizado por meio de parceria entre a Fundação Clóvis Salgado e a Ensemble Orquesta, da Inglaterra.

A programação, que vai até dia 25, terá como ponto alto as montagens Marco Antônio e Cleópatra, de Adolf Hasse, e Dido & Eneas, de Purcell, dias 19 e 20, com ingressos a R$ 20 (cada).

“É um estilo que pede pluralidade técnica muito grande dos cantores e é mais íntimo que óperas clássicas e românticas, pois as proporções são menores. Essas montagens, por exemplo, serão feitas no meio do público, que também estará no palco.

Paulo Lacerda/Divulgação
O regente do Coral Lírico de Minas Gerais, Lincoln Andrade, faz palestra hoje (foto: Paulo Lacerda/Divulgação)

Dá para ver tudo muito de perto. Diferenças de expressão e de olhar são percebidas de maneira muito diferente do que se as pessoas estivessem sentadas a muitos metros de distância”, explica o regente Márcio da Silva, diretor artístico da Ensemble Orquestra.

As masterclasses são restritas a músicos e cantores profissionais, mas as palestras são gratuitas e abertas ao público. Como se trata de estilo pouco difundido na capital mineira, a oportunidade é atraente para ambos.

“Damos preferência às óperas italianas e francesas, porque são maiores. A oportunidade de ter o Márcio e professores tão competentes no assunto é raríssima. Normalmente, os cantores teriam de fazer um curso desse na Europa”, comenta Cláudia Malta, diretora de produção artística da Fundação Clóvis Salgado.

Na quinta, Lincoln Andrade, regente titular do Coral Lírico de Minas Gerais, fará palestra às 18h sobre as características do coro e da orquestra na ópera barroca.

Já Silvio Viegas, regente da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, fará duas palestras semana que vem: ‘‘Barroco – Estilo de arte e de vida’’ (dia 23, às 18h, com o secretário de estado de Cultura, Angelo Oswaldo) e ‘‘Contraponto à ópera barroca: estilo de arte e de vida’’ (dia 25, 18h).

Academia de Ópera Barroca
Palestras, masterclasses e apresentações de ópera com a companhia Ensemble Orquesta. Até dia 25, no Palácio das Artes (Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro). As apresentações serão realizadas nos dias 19 e 20, às 18h, com ingressos a R$ 20 (inteira) e R$10 (meia-entrada). Informações: (31) 3236-7400.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA