Coletivo Murro faz festa para comemorar um ano de batalha

Movimento Underground Rock n roll (Murro) tem objetivo de conectar a cena alternativa, viabilizando eventos e lançamentos de artistas

por Pedro Galvão 12/08/2016 09:07

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Kill The Night/divulgação
Criado por fãs do stoner rock, o projeto reúne diversas vertentes do rock (foto: Kill The Night/divulgação)
Para levar adiante uma banda de rock autoral em Belo Horizonte, é preciso ser forte e objetivo – como um soco bem dado. Seguindo essa ideia, integrantes de alguns grupos da cidade criaram o Movimento Underground Rock’n’roll (Murro) com o intuito de conectar a cena alternativa, viabilizando eventos e lançamentos de artistas. Nesta sexta (12), para celebrar um ano do projeto, o coletivo levará ao palco d’A Autêntica quatro de seus 23 representantes. A potiguar Camarones Orquestra Guitarrística é a convidada da festa.


As bandas Elízia, Refuzer, Green Morton e Evil Matachers, cada uma com seu estilo, estão determinadas a fazer barulho com personalidade e independência. Formada em 2014, Elízia conta com uma cantora e faz rock alternativo mais suave.

Mais pesada, Evil Matchers apresentará seu garage punk agitado e cheio de energia, enquanto o Green Morton, há seis anos na estrada, vai misturar stoner com hard rock. Para fazer o público “bater cabeça”, Refuzer apresenta grunge mesclado com new metal. Já a Camarones aposta em um estilo alegre de som instrumental, mesclando surf music e indie rock.

O evento desta sexta é fruto do trabalho de músicos independentes, que já promoveram eventos para estimular a produtividade das bandas encampadas. “Não somos produtora, mas referência e ponto de encontro para os grupos de BH”, explica Rodrigo Nueva, guitarrista do Elízia e um dos gestores do movimento.

SOLIDÃO Criado por fãs do stoner rock, o projeto abrange outras vertentes do rock. “A ideia nunca foi a gente se excluir por causa de estilo. Queremos juntar o máximo de bandas para acabar com a sensação de que estamos sozinhos na cena”, explica Rodrigo. O movimento realizou pequenos festivais em casas dedicadas à música autoral, como A Obra e A Autêntica, e eventos em espaços públicos. Integrantes do Murro se orgulham de ter participado da edição deste ano da Virada Cultural de BH.

“Nosso objetivo é movimentar a cena. Ao longo deste primeiro ano, a gente procurou compartilhar a música independente da cidade, conectando e divulgando o pessoal que está gravando e fazendo shows”, afirma o guitarrista do Elízia. Segundo ele, o movimento está de portas abertas a todos que estejam empenhados em produzir. Quem se interessar em conhecer as propostas do Murro pode acessar facebook.com/murro.org.

ANIVERSÁRIO DO MURRO

Com as bandas Elízia, Refuzzer, Evil Matchers, Green Morton e Camarones Orquestra Guitarrística. Sexta (12/08), às 21h. A Autêntica, Rua Alagoas 1.172, Funcionários. Ingressos: R$ 20 (promocional), R$ 25 (antecipado) e R$ 30 (no dia). Vendas: www.sympla.com.br.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA