Rapper Dr. Dre é algemado diante de casa, em Los Angeles, nos EUA

Polícia recebeu denúncia de motorista que estacionou em frente à casa do artista e alegou que ele lhe mostrou arma de fogo, exigindo que fosse embora

26/07/2016 16:43

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
AFP / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Jason Kempin
(foto: AFP / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Jason Kempin )
O lendário rapper e produtor musical americano Dr. Dre, que denunciou em sua música a violência policial com os negros nos Estados Unidos, foi algemado pela polícia em Los Angeles, após um desentendimento perto de sua casa, informaram as autoridades.

Ajudantes do xerife receberam uma denúncia por parte de um motorista que estacionou em frente à exclusiva casa do magnata do rap de 51 anos, em Malibu. O motorista alegava que Dr. Dre, que se chama Andre Young, mostrou uma arma de fogo e exigiu que ele fosse embora.

"Dada a natureza do chamado, a pessoa foi revistada, algemada e retida brevemente em um carro de polícia enquanto os ajudantes do xerife investigavam o incidente", informou o departamento do xerife do condado de Los Angeles em um comunicado.

Mas os agentes não encontraram nenhuma arma de Dr. Dre, que afirmou ter pego seu celular para filmar o acontecido. Apesar disso, o motorista insistiu em suas acusações que detiveram o rapper e diretor da Apple, mas a polícia se negou a dar prosseguimento.

Nascido na humilde cidade de Compton, no condado de Los Angeles, Dr. Dre ficou famoso com o grupo pioneiro do "gansgta rap" N.W.A., que deixou os brancos dos Estados Unidos boquiabertos com sua feroz crítica à polícia sobre o tratamento dado às minorias, como a música "Fuck tha Police" de 1988.

Hoje ele é uma das pessoas mais ricas da indústria da música. Em 2014 a Apple comprou sua empresa Beats, conhecida por seu fones de ouvido de alta qualidade, por 3 bilhões de dólares.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA