Um ano após a morte, Cristiano Araújo é homenageado em livro

Fotógrafo Flaney Gonzallez lança 'Onze mil horas', obra que reúne histórias de bastidores ilustrados por 220 fotos

por Diário de Pernambuco 21/06/2016 14:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Reprodução/Facebook
(foto: Reprodução/Facebook)
 

Um ano após a morte do cantor sertanejo Cristiano Araújo, ele será homenageado em livro de fotografias inéditas. O artista faleceu no dia 24 de junho do ano passado, após sofrer acidente de carro em Goiânia.

O fotógrafo Flaney Gonzallez, que acompanhou a última turnê do cantor lança Onze mil horas, obra que reúne histórias de bastidores e momentos divertidos do sertanejo ilustrados por 220 fotos. Flaney incluiu cliques inéditos feitos de março de 2014 a junho de 2015 e relatos sobre o que presenciou ao lado do artista.

Segundo o autor, a ideia é ter um registro dos momentos alegres vividos por Cristiano e não remeter ao acidente que vitimou o cantor e a namorada Allana Moraes.

A obra traz fotos de Cristiano ao lado do filho mais velho e até a última mensagem trocada com o sertanejo, 15 minutos antes do acidente.

Acidente


A morte do cantor Cristiano Araújo teve grande comoção nacional. O acidente aconteceu na madrugada do dia 24 de junho, quando ele voltava de um show em Itumbiara. No carro estavam Cristiano 29 anos, a namorada Allana Moraes, 19 anos, o empresário Vitor Leonardo e o motorista Ronaldo Miranda. Vitor e Ronaldo tiveram ferimentos, Allana faleceu no local do acidente. Cristiano chegou a ser socorrido mas não resistiu. Tudo indica que o cantor e a namorada estavam sem o cinto de segurança no banco de trás do veículo.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA