ABBA faz encontro histórico para celebrar 50 anos da formação da banda

O grupo não aparecia junto no palco desde 1982, quando fez o último show

por Correio Braziliense 15/06/2016 09:20

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
ABBA/Divulgação
A banda se tornou febre nos anos 1970 e 1980, dominando as discotecas (foto: ABBA/Divulgação)
Há 50 anos, Benny Andersson e Björn Ulvaeus começaram suas carreiras como uma dupla. Esse era o início do grupo ABBA, que posteriormente contou com a adição de mais duas integrantes: Anni-Frid “Frida” Lyngstad e Agnetha Fältskog, que, na época, eram as respectivas mulheres dos cantores.

O período emblemático da banda, que fez bastante sucesso nos anos 1970 e 1980 com hits como Mamma mia, Dancing queen e Waterloo, foi celebrado com um encontro histórico em 6 de junho em Estocolmo, na Suécia. A reunião do quarteto se tornou marcante por ter sido a primeira vez em anos que o grupo, além de se encontrar, cantou junto. Frida e Agnetha fizeram uma homenagem aos antigos companheiros cantando a faixa The way old friends, música do álbum Super trouper, de 1980. Enquanto Benny e Björn Ulvaeus apresentaram Does your mother know?, canção do CD Voulez-vous, de 1979. Juntos, os quatro cantaram Me and I, também do disco Super trouper.

“Esse encontro dos 50 anos foi muito mais importante, pois houve uma surpresa, que era uma das coisas que todos os fãs esperavam por anos. Mas uma expectativa de um retorno oficial, creio que não, mas possíveis junções em datas comemorativas, acho que sim”, analisa a estudante paulista Luiza Zuliani, 17 anos, uma das administradoras do grupo ABBA Brasil, no Facebook, criado em 2012 e que reúne brasileiros admiradores da banda, com público entre 11 e 50 anos. A jovem, que é fã da banda desde os 6 anos, não acredita em uma volta da banda, apesar de o tema ter sido muito especulado após a reunião comemorativa. “Minha admiração vem desde muito cedo. Eu os admiro muito, não só pela música, mas também pelos profissionais que são. Eles fazem de tudo para não deixar o fenômeno que foram acabar”, completa.

Ao jornal Expressen, Frida classificou o reencontro do quarteto como “absolutamente incrível e muito nostálgico”. Porém, não houve nenhuma confirmação por parte dela e nem dos outros integrantes de um retorno; acredita-se que foi um encontro pontual devido aos 50 anos do início do grupo. O que fez a especulação aumentar é que em janeiro deste ano o quarteto havia se encontrado para a estreia do Mamma mia! The party, um restaurante em Estocolmo inspirado no musical homônimo.

O local executa apenas faixas do ABBA e danças típicas gregas. “A ideia nasceu do meu desejo de que os fãs mergulhassem no clima grego, alegre e vivo. O clima Mamma mia. Cada jantar será uma nova experiência embalada ao som das músicas do ABBA”, explica Björn na apresentação do site do estabelecimento.

Antes dos dois encontros de 2016, os quatro integrantes do ABBA haviam se reunido em 2008 para público e imprensa durante a estreia do filme musical Mamma mia, estrelado por Meryl Streep e Amanda Seyfriend. Dos palcos, o grupo não aparecia junto desde 1982, quando foi feito o último show da banda.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA