Jay Z faz canção para responder críticas sobre seu passado como traficante de drogas

Cantor incluiu fala de locutora de rádio que acusou Beyoncé, esposa dele, de promover movimento de defesa dos direitos dos negros em show

por AFP 02/06/2016 11:37

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
ADRIAN SANCHEZ-GONZALEZ
(foto: ADRIAN SANCHEZ-GONZALEZ)
O rapper Jay Z compôs uma nova canção que inclui declarações de uma locutora de rádio que havia criticado seu passado como traficante de drogas. O cantor inclui a gravação de Tomi Lahren, uma locutora da rádio conservadora TheBlaze, que havia acusado Beyoncé, esposa de Jay Z, de utilizar o show feito na final do Super Bowl para promover o movimento radical "Panteras Negras" de defesa dos direitos dos negros.

"Seu marido foi um traficante de drogas durante 14 anos / Já vendeu crack", havia dito Tomi Lahren. As declarações foram incluídas na música "Drug Dealers Anonymous" de Jay Z, realizada com o rapper Pusha T, e lançada na noite de terça-feira (31). Jay Z, em seguida, dá a sua versão sobre este período de 14 anos, antes de ser músico.

Nascido no Brooklyn com o nome de Shawn Carter, Jay Z já falou sobre seu passado como traficante de drogas ter sido uma experiência para sua formação como jovem em sua biografia intitulada "Decoded", publicada em 2010.

Na nova canção, fala um pouco mais sobre os detalhes se referindo ao seu início com as drogas em Virgínia. Tomi Lahren replicou, sarcasticamente, em seu Twitter: "Sempre quis estar em uma canção com dois traficantes de drogas. Obrigada".

Jay Z, um dos rappers mais vendidos e proprietário do serviço de música streaming "Tidal", dispõe junto com Beyoncé de uma fortuna estimada em um bilhão de dólares. "Drug Dealers Anonymous" é a segunda canção lançada pelo rapper em semanas.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA