Rapper Tamara Franklin se apresenta no Sesc Palladium

Cantora mineira apresenta ao público seu mais novo disco, 'Anônima', nesta quinta-feira

por Estado de Minas 26/05/2016 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pablo Bernardo/divulgação
A cantora e compositora Tamara Franklin faz show no Sesc Palladium (foto: Pablo Bernardo/divulgação)
O rap de Tamara Franklin chega hoje ao palco do Sesc Palladium. O show abre oficialmente a agenda de divulgação de Anônima, o primeiro disco da artista de Ribeirão das Neves, cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte. O orgulho de ser mulher se reflete nas 11 faixas do disco, lançado no final de 2015.

''Dei uma brecadinha desde que lancei o CD, pois há necessidade de capricho e de pôr o show à altura do Anônima'', explica a cantora, que tem trabalhado pesado nos bastidores para ajustar cada detalhe às novidades de seu repertório. Mesmo ensaiando há meses, o frio na barriga sempre está lá. ''Acho essa sensação essencial para a gente não perder a vontade de fazer o melhor. Esse ‘trampo’ gira em torno da novidade'', promete.

O elogiado disco de Tamara traz o rap dialogando com outros gêneros musicais. ''2016 é o ano de sair um pouco do hip-hop e atingir outros nichos. No rap, já conseguimos divulgação e as nossas expectativas estão todas em torno de alargar essas fronteiras artísticas'', diz Tamara. Ela estudou música para consolidar seu projeto estético.

Fomentar a música autoral produzida em Minas é o objetivo do projeto Salve o Compositor!, que convidou a MC para cantar no Teatro de Bolso do Sesc Palladium. Ao perceber que faltava hip-hop no projeto, Rafael Guimarães, coordenador da iniciativa, chamou o rapper Roger Deff para se apresentar, em 2015, no Festival de Arte Negra de Belo Horizonte. Este ano, Guimarães conheceu o projeto de Tamara. “O trabalho dela é muito importante”, diz. Esta noite, ela se apresenta com DJ Pooh, Look e David Lee.

Fã da cantora americana Aretha Franklin, a rapper mineira explica que seu nome artístico ''caiu como uma luva''. Não se trata de mera invenção ou homenagem, como é muito comum no hip-hop. Tamara realmente traz o sobrenome Franklin em seu RG.

TAMARA FRANKLIN
Teatro de Bolso do Sesc Palladium. Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro, (31) 3270-8100. Projeto Salve o compositor!. Hoje, às 20h. R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA