'Pet Sounds', clássico do Beach Boys, completa 50 anos

Disco mais famoso da banda americana surgiu para rivalizar com os Beatles

por Diário de Pernambuco 17/05/2016 12:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução
(foto: Reprodução)
O espírito de competitividade pode ser algo positivo e o álbum Pet Sounds, do Beach Boys, é um exemplo disso. Lançado há exatos 50 anos, em 16 de maio de 1966, foi uma espécie de tentativa da banda superar em qualidade o Rubber Soul, sexto disco dos Beatles, lançado alguns meses antes, em 9 de dezembro de 1965. Uma baita resposta, diga-se.

Muito se fala sobre a rivalidade entre Beatles e Rolling Stones, mas a grande disputa era entre o quarteto de Liverpool e os americanos do Beach Boys: Mike Love, Carl Wilson, Al Jardine, Dennis Wilson e Brian Wilson, este último, o líder da banda. O próprio Paul McCartney já confirmou essa disputa e afirmou que Pet Sounds foi o melhor álbum que ele já ouviu e também a razão de sua banda tentar buscar outras sonoridades em Sgt. Pepper's lonely hearts club band, lançado em julho de 1967: mais uma mostra de como essa competição foi sadia, ao menos para o público.



Para Brian Wilson, a principal mente criativa e líder da banda, um dos pontos que mais chamavam a atenção em Rubber Soul era unidade entre as músicas: diferente de discos anteriores dos Beatles, o sexto álbum não parecia uma sucessão de hits distribuídos num vinil; havia coesão.

Wilson, que na época enfrentava crises de pânico e ansiedade, se dedicou a compor as músicas do novo disco, enquanto o restante da banda se apresentava ao vivo. O resultado foi um disco mais melodioso e menos dançante do que os anteriores do Beach Boys.



E já na primeira faixa do álbum dá para perceber a razão de Pet Sounds estar entre os favoritos não só de McCartney, mas de muita gente: Wouldn't it be nice é um início cativante, melodioso e deliciosamente cantarolável. Não por acaso, virou trilha sonora de filmes românticos como Simplesmente complicado, Como se fosse a primeira vez e Nunca é tarde para amar.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA